Como filho de portugueses apreciadores de uma boa mesa, fico procurando lugares que tragam os sabores da “terrinha”. Recentemente inaugurou no Recife – já tinha uma unidade em Olinda – o restaurante Casa Ibérica, que fica numa pequena casinha em uma rua tranquila do bairro do Rosarinho. O ótimo serviço é capitaneado pelo proprietário e seguido com maestria por uma ótima garçonete (falha nossa, não gravei o nome dela) que nos fez ótimas indicações.

O primeiro ponto que queria destacar foi o fato de que o outro Colher queria tomar vinho e a casa não conta com vinhos em meia garrafa. Prontamente o dono falou que poderia servir o vinho em taça, fez uma sugestão e ainda nos deixou a vontade para escolher outra opção caso a primeira não agradasse.

Já provou coxa de rã? A do Wiella Bistrô é imperdível

No capítulo dos comes, fomos de bolinho de bacalhau, que estavam crocantes e sequinhos por fora e macios por dentro. A proporção batata/bacalhau do petisco estava perfeita para o meu paladar, apesar de desconfiar que os mais apaixonados pelo pescado sentirão um gosto mais intenso do peixe.

(Foto: DCVM)

No principal fomos na dica da atendente que foi um excelente polvo no forno. Molusco no ponto certo de cozimento, sem estar borrachudo nem mole demais. A páprica e os pimentões davam um gostinho delicioso que complementava as macias e bem temperadas batatas ao murro.

(Foto: DCVM)

Pedimos de acompanhamento extra uma porção de batatas fritas (e dá-lhe carboidrato!). Apesar de não estarem sequinhas, o uso do tubérculo “de verdade”, sem ser industrializado e congelado, faz toda a diferença no resultado final.

(Foto: DCVM)

Pra finalizar, fomos de baba de camelo – doce típico da terrinha, feito à base de gemas de ovos e leite condensado. Normalmente com doçura em excesso, o restaurante conseguiu corrigir isso simplesmente colocando uma base de biscoito Maizena na base da preparação, quebrando o açúcar e dando um toque crocante.

(Foto: DCVM)
(Foto: DCVM)

O outro colher foi de mousse de chocolate acompanhado de um cálice de Vinho do Porto. Mousse boa. Prefiro chocolate 70% (esse era de 60%), mas era bem feita. Cremosa e levemente airada. A combinação de bom serviço de salão, rapidez na preparação dos pratos e sabor delicioso certamente farão com que o De Colher volte várias vezes ao local. ?

Preço por pessoa: R$ 112.

?? Corra do… pão integral caseiro. Para uma casa portuguesa, precisaria de um pão de melhor qualidade.

?? Corra para… bolinho de bacalhau. Certamente entra na lista dos melhores bolinhos de bacalhau da cidade. Ótima fritura!

Casa Ibérica
Rua Engenheiro Sampaio, 5, Rosarinho, Recife/PE
Horário de funcionamento: de terça a sábado, das 11h às 23h; domingo, das 11h às 17h
Telefone: (081) 3039-1699

Por Jorge Arranja do De Colher Vem Mais

Quando três amigos apaixonados por comer (e cozinhar) se reúnem, a conversa não pode ser muito diferente de restaurantes, jantares, pratos e receitas. Não falamos de temperos ou destrinchamos a alta gastronomia, mas fazemos uma verificação empírica de como nossos restaurantes, bares e lanchonetes andam caprichando, para que você saiba os melhores pratos e as melhores casas. E lembre: de colher vem mais!

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.