O Café na Cidade desta semana está em clima de romance. A causa óbvia é o Dia dos Namorados, porém com essa lista não quero só indicar locais românticos pra ir a dois: como boa pessoa solteira que pensa nos meu colegas, essa lista traz locais com ambientes fofos que vão inspirar até os solteiros a encontrar um novo amor (ou só curtir sua própria companhia mesmo). ?

Então chama o crush ou pega aquele livro bem gostoso de ler, escolhe o café e bora pedir um espresso. ☕

Dia dos Namorados sem namorado: 4 programas pra aproveitar sozinho no Recife

1. À Emporter

À Emporter: um café com o charme do Poço da Panela

O café À Emporter é um daqueles lugares que te inspiram do momento que você passa pela entrada (tem que tocar um sininho pra abrirem a porta) até o último gole do café, sempre embalado por um trilha sonora francesa bem amorzinho. É quase um refúgio no meio da agitação da 17 de agosto.

O ambiente é cheio de plantinhas e móveis com cara de vó, sabe? O cardápio é um amor à parte: feito só com comidinhas que funcionam tanto com café, quanto com vinho (a carta da casa tem rótulos com valores a partir de R$ 65). Uma boa pedida é a releitura da casa do famoso cachorro-quente de rua, com pão baguete bem crocante (R$ 16) ou uma fatia de cheesecake com calda de goiabada (R$ 10).

E ah, o local conta com uma opção vegana bem bacana: o ceviche com batata doce, cenoura e batata da terra, marinadas em sucos cítricos, gengibre e especiarias (R$ 18).

? Café À Emporter
? Rua Antônio Vitrúvio, 50, Poço da Panela
⏰ De terça-feira a sábado, das 16h às 22h
☎ (081) 98211-8222

2. O Pátio Café

(Foto: Thales Paiva/Flickr)

Se você não conhece O Pátio Café e Cozinha, com certeza sua avó conhece. Digo isso porque o local é um daqueles espaços em que senhorinhas elegantes tomam seu chá da tarde, sabe? E isso serve pra fazer o ambiente todo ficar ainda mais fofo do que já é: cheio de luzes amarelas, com um jardim lindo e uma fonte na entrada. Pra você ter ideia, por lá é bem comum acontecerem casamentos e comemorações mais especiais.

A dica é participar do buffet da casa (R$ 36,90), que conta com várias opções de comidinhas como quiches, minissanduíches e bolos. Falando do café em si, o meu preferido é o Coffe Caramel: espresso duplo, caramelo em calda e chantilly (R$ 8,70).

? O Pátio Café & Cozinha
? Avenida Rui Barbosa, 141, Graças, Recife  – PE
⏰ Segunda e terça, das 12h às 20h | Quarta e quinta, das 12h às 23h | Sexta, das 2h às 01h | Domingo, das 12h às 17h | Fechado aos sábados
☎ (081) 3034-3534

5 passeios de turista que todo recifense deveria fazer

Confeitaria Pernambucana

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Semana passada falei da Confeitaria Pernambucana na listinha de cafés com vistas bonitas. Essa semana volto a trazer o local nesta lista porque, se fosse pra eleger um local no Recife como distrito mais romântico e fofo, seria lá pra aquelas bandas da Zona Norte.

O café fica numa área super charmosa de Apipucos, próximo a várias casinhas coloridas. Tem também a Fundação Gilberto Freyre, o Museu do Homem do Nordeste, o Cinema da Fundação Joaquim Nabuco e a Cinemateca Pernambucana, recém-inaugurada. Dá pra fazer um passeio bem legal e gastando pouco.

Falando agora do café, as comidinhas de lá são portuguesas, o que já é um charme à parte. Gosto muito da tartellete de maçã (uma tortinha com massa folheada). Agora, o local não conta com grandes opções de café, vá preparado para se esbaldar nos docinhos portugueses mesmo: pastel de belém, hóstia de gemas, queijada, pastel de nata e pastel de santa clara estão no cardápio (com valores a partir de R$ 5).

Confeitaria Pernambucana
⏰ Terça a sexta, das 11h30 às 20h | Sábado e domingo, das 10h às 20h
? Rua de Apipucos, 1230
? (081) 3132-2007

4. Oca Xucuru

(Foto: Oca Xukuru/divulgação)

Oca Xukuru é um lugar que nasceu com a melhor combinação que podia: café e espaço cultural. Pertinho da Venda do Seu Vital, no Poço da Panela, o espaço sempre tem pocket shows e apresentações de artistas locais.

O lugar é lindo e tem temática indígena, já que o empreendedor do negócio, Alysson Magno, é da tribo Xukuru. Mesas feitas de resíduos florestais, plantas, objetos e materiais autenticamente indígenas compõem o ambiente, que também é decorado com fotografias feitas na Serra do Ororubá, em Pesqueira, principal reduto Xukuru do estado.

Outra coisa legal é que dá pra emendar um cafezinho num drink: a casa possui uma carta de drinks especiais como o Negro Gato (vodka, café espresso e licor de café, R$ 18), o Old Fashioned (bourbon, cubo de açúcar, angostura e laranja, R$ 18) e o White Scarface (gin, soda, limão siciliano e refri de gengibre, R$ 20).

? Oca Xukuru Espaço Cultural
? Rua Rua Álvaro Macedo, nº 30, Poço da Panela
⏰ De quinta a domingo, das 17h às 23h
☎ (081) 98670-0800

Oi, sumido: cartões ressurgem em coleção de amor e humor criada por publicitário

5. Clandestino Café

Sou um tanto quanto suspeita pra falar do Clandestino: desde a primeira vez que pisei no ônibus militar verde oliva me apaixonei, e sempre que posso dou um jeito de colocá-lo em uma das minhas listinhas.

O café funciona dentro do ônibus estacionado no Museu do Estado de Pernambuco, no bairro das Graças, o que já faz do passeio um ‘dois em um’: dá pra visitar o MEPE (quem sabe até ter a sorte de pegar um show do Ouvindo e Fazendo Música no Museu) e ainda tomar um cafezinho. Minha pedida favorita é o cappuccino de nutella e paçoca (R$ 9).

Uma dica importante: se você for por lá nos finais de semana, é bom saber que geralmente a lista de espera é grandinha. Mas atenção: o Clandestino está passando uma temporada na garagem, de onde segue pro Festival de Inverno de Garanhuns. Não tem data pra voltar pro museu, mas volta!

Clandestino Café
? Museu do Estado de Pernambuco | Av. Rui Barbosa, 960
☎ (081) 97906-4866
⏰ Quarta, quinta e sábado, das 15h às 21h | Sexta e domingo, das 15h às 20h
@clandestinocafe

 

Por Suzana Souza do Café na Cidade 

Suzana é estudante de jornalismo pela UFPE e estagiária do PorAqui. Moradora de Setúbal (quase) sua vida toda, Suzana não nasceu no Recife, mas é 100% pernambucana. Tem uma estante de livros dividida por cores em um quarto amontoado de coisa e sonha em um dia, bem lá na frente, ser dona de um cafezinho no Centro do Recife. É também mãe de uma gatinea chamada Mila e uma catiorinea chamada Sofia. Ah! Suzana também é doida por comidinhas (taurina, né?), lugares bonitinhos e por falar tudo no diminutivo.

Os preços estão sujeitos à alteração.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.