Quando o Pina Cocktails & Co. abriu, eu lembro de ter achado o máximo o conceito deles: um bar secreto speakeasy (que precisa de senha pra entrar), inspirado nos bares dos anos 20 nos Estados Unidos, quando a bebida era proibida no país.

Pina Cocktails & Co.: um bar secreto que te leva aos loucos anos 1920

A ideia dos dois empreendedores do local é investir no preparo e no sabor dos drinks. Por lá não adianta pedir refrigerante, caipirosca ou doses de vodka e uísque: tudo é na base da água (você ganha uma garrafa assim que chega) e dos drinks criados pelos próprios empreendedores e barmans, Luciano Guimarães e Bruno Amisterdan.

A parede decorada com garrafas e bebidas que eu nunca tinha visto na vida. (Foto: Suzana Souza/PorAqui)

A experiência

Pra chegar lá, não foi muito fácil, tenho que admitir. ? O bar fica numa ruazinha bem discreta do Pina, Zona Sul do Recife. Era uma noite de chuva, minha reserva estava marcada pras 21h30 e eu estava sozinha (minha amiga ia chegar depois). Resultado: Suzana com medo de descer na rua deserta em busca do bar secreto.

O que me ajudou foi o contato com o bar pelo WhatsApp (eles são bem simpáticos). Aí deu pra perder o medinho bobo e reconhecer o segurança na frente de uma casa aparentemente normal.

Pra entrar, tem que decorar uma senha que eles te mandam no início da noite. O segurança não te diz se ali é o bar, ele só fala o começo da senha e espera você responder. É uma experiência de bar secreto completa (e meio engraçadinha). ?

E vale frisar isso: é necessário falar com eles pelo (081) 99216-7329 e marcar a reserva com antecedência, até por conta do lance da senha que você tem que falar ao entrar.

Detalhe fofinho da decor. (Foto: Suzana Souza/PorAqui)

Chegando lá dentro minha impressão do ambiente foi ótima: é um lugar bem acolhedor e intimista, com luzes amarelas e decoração que fica no clássico, com um pezinho na onda hipster. É um espaço feito pra comportar até 25 pessoas, então não tem aquele lance de bar lotado que você fica em pé, sabe?

Em relação ao cardápio, posso dizer que fiquei passada com a quantidade de coisas que se pode combinar pra se fazer um drink: tem um drink chamado Monroe que leva infusão de rosas, espumante brut, zulu orange bitter e pérolas de cereja (R$ 23). Todos os drinks levam nomes de personagens famosos da história, tipo (Che) Guevara, (Elvis) Presley e (Frank) Sinatra.

(Foto: Suzana Souza/PorAquI)

Agora, dica importante: o cardápio de comidas do bar é bem reduzido. São 6 opções de petiscos só pra dar aquela acompanhada no sabor dos drinks. Na noite que fui, ficamos no carpaccio (R$ 25) e na bruschetta tradicional (R$ 19). Os dois estavam bem gostosinhos.

Assim que a gente chegou também nos deram uma porção de pipoca temperada. Uma boa pode ser jantar antes (em casa ou não) e ir pra lá só pra curtir a noite com drinks e conversas.

Bruschetta tradicional (R$ 19): pão italiano com tomate, parmesão, manjericão e castanha de caju. (Foto: Suzana Souza/PorAqui)

Agora, a hora da verdade: os preços. Nenhum drink é menos que R$ 20. Os drinks coletivos de 600 ml variam de R$ 79 até R$ 89. Fora as 17 opções do cardápio, tem a possiblidade de conversar com o barman e pedir um drink personalizado com o ‘quezinho’ de criação de quem sabe o que tá fazendo.

Outra coisa massa é que o local oferece cursos de barman, tanto pra quem é total leigo no assunto e quer só aprender a fazer drinks pros amigos, tanto pra quem procura profissionalização no negócio. Os cursos e datas disponíveis dá pra acompanhar no Facebook deles.

O shotzinho que eles dão quando você pede a conta! O sabor depende de cada cliente, sempre é uma criação nova <3 (Foto: Suzana Souza/PorAqui)

Então, moral da história: não é um lugar barato pra ir toda semana, mas a experiência é massa e vale a pena reservar aquela sexta no começo mês, com o salário todinho na conta e curtir o local (eu mesma fiz isso ?).

? Pina Cocktails & Co. 
? Rua Miranda Falcão, 78 | Pina
⏰ de quarta a sexta, das 21h às 3h | sábado, das 20h às 3h
☎ (081) 99216-7329
@pinacocktails

Por Suzana Souza

Suzana é estudante de jornalismo pela UFPE e estagiária do PorAqui. Moradora de Setúbal (quase) sua vida toda, Suzana não nasceu no Recife, mas é 100% pernambucana. Tem uma estante de livros dividida por cores em um quarto amontoado de coisa e sonha, em um dia, bem lá na frente, ser dona de um cafezinho no Centro do Recife. É também mãe de uma gatinea chamada Mila e uma catiorinea chamada Sofia. Ah! Suzana também é doida por comidinhas (taurina, né?), lugares bonitinhos e por falar tudo no diminutivo.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.