Fortalecer a cultura do boteco raiz como um espaço familiar de sociabilidade afetiva nas cidades e também de transformação de vidas é uma das missões da 19ª edição do Comida Di Buteco, concurso gastronômico nacional de bares que se inicia nesta sexta-feira, dia 13 de abril, e irá acontecer em 21 cidades simultaneamente.

Esse ano o tema é livre, ou seja, cada bar vai escolher de forma autônoma os ingredientes para a criação de uma receita inédita. Mas atenção, os estabelecimentos que irão participar pela primeira vez poderão concorrer com um petisco que já exista na casa.

“Pra Quem Gosta” de comida nordestina e caseira lá no alto de Olinda

Você que já está com água na boca terá a “chata” incumbência de até o dia 6 de maio provar as iguarias criadas pelos estabelecimentos especialmente para o concurso e dar notas aos locais. Um corpo de jurados também entrará na equação para definir o melhor boteco da cidade e do país. O preço do petisco para cada bar fica por R$ 25,90 (unificado para todo o Brasil).

“Nós queremos desmistificar essa ideia de que boteco é um lugar masculino, onde só vão homens para beber”, explicou Ariani Pavan, coordenadora regional do concurso, no evento de lançamento do Comida Di Buteco que aconteceu quinta-feira (10) à noite no Pra Quem Gosta, restaurante olindense que este ano é um dos estreantes na disputa oferecendo como opção um autêntico sarapatel de porco.

O Armazém 433 Bar (Ipsep) estreia na competição com filé mignon e texturas de queijo coalho. Foto: Divulgação

Esse ano, a Região Metropolitana do Recife irá entrar nesse auê gastronômico totalizando 26 botecos ao todo nas cidades de Recife, Olinda e Jaboatão.

Confira os nomes que estão no páreo:
Bar do Peixe
Bar do Cabo
Bar do Vizinho
Confraria do Zé Perninha
Casa de Tonho
Sana Beer Pub
Bigspetto
Boteco Du Maranhão
A Venda de Seu Biu
Armazém Centenário
Bodega do Seu Artur
Caldo de Boteco
Caldinh
o do Phellipe
Whiskritório
Hora Extra Bar e Comedoria
Armazém 433 Bar
Bar do Timão
Espetinho no Prato
Esquina do Malte
Feijoada do Mano
GARAGE MPOWER
Meu Temaki Teu Boteco
Pettisqueria Gouveia
Pra Quem Gosta
San Botequim
Stop Bar Botequim

Os botecos escolhidos para participar do concurso são categorizados pela organização do Comida Di Buteco como “Espontâneos”. Mas o que significa? São aqueles que “o dono está sempre à frente do negócio, não pertencendo à redes ou franquias e que muitas vezes se originou na própria casa da pessoa. Tem a identidade de seu proprietário e na maioria das vezes, outras pessoas  da família do dono trabalham ali também”. 

Beercicleta: a cerveja vai de bike até você ??

Costela sertaneja da Bodega de Seu Artur. Foto: Costa Neto

Como funciona o concurso?

A competição estará dividida em dois momentos. Na primeira parte, os botecos serão avaliados a partir de quatro categorias (petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida). O petisco leva 70% do peso da nota e as demais 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%. Serão escolhidos 21 vencedores (número de cidades que concorrem).

A segunda etapa, que será realizada em junho, uma comissão de jurados irá visitar os campeões de cada cidade e irá avaliar ps estabelecimentos a partir das mesmas categorias citadas acima. Cada campeão da cidade irá receber três jurados. Assim, após compatibilização das notas, será eleito o “melhor boteco do Brasil”, que será divulgado e premiado no mês de julho.

Bigspetto (Candeias) aposta na dupla “Lampião e Maria Bonita”. Foto: Costa Neto

Comida Di Buteco
26 botecos espalhados por Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes
? 13 de abril a 6 de maio
(081) 99732-3736 (Kennedy/Juliana)
Facebook: @comidadibuteco
Instagram: @_comidadibuteco
comidadibuteco.com.br