Acordar cedo em pleno domingo tem que ter um bom motivo para você? Então, que tal logo dois? É que neste próximo dia 21, a partir das 9h, o Café na Calçada, organizado pela Associação por Amor às Graças, se junta à segunda edição do Se Essa Rua Fosse Minha

A ação conjunta será realizada na Rua Abelardo e terá como anfitriã Ana Carolina Lins, idealizadora do Se Essa Rua Fosse Minha.

Oficina de crochê, pintura de plaquinhas do "bem", fabricação de mobiliário urbano com madeira encontrada na rua, roda de conversas e exposição de fotografias dentro do projeto de incentivo ao uso da bicicleta KomBike estão na programação da manhã na Rua Abelardo. 

E, claro, o café coletivo que, pela primeira vez, será realizado nessa parte das Graças. O Ernesto Café já anunciou que abrirá mais cedo especialmente para receber o pessoal que estará na área.

O evento deve durar até o meio-dia. Além do café da manhã coletivo, em que cada morador leva algum alimento ou bebida, o "momento banquinho" promete, como avisa Isabela Faria, responsável pelos eventos organizados pela associação de moradores. 

"Falaremos sobre as serestas, os resultados do Jane's Walk e o São João". "Esse será um café-ação. Vamos unir duas forças do bairro e conhecer novos vizinhos", diz Isabela, que está animada para o que chama de "grande encontro".

Para Ana Carolina, que estuda arquitetura e urbanismo na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), "a cidade é um ser vivo. Se não tem ninguém nas ruas, tem alguma coisa errada". Para ela, o projeto Se Essa Rua Fosse Minha é um jeito de os vizinhos se juntarem para fazerem uma cidade melhor.


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o app e convidar os vizinhos: Android e iOS

Sugestões e colaborações: gracas@poraqui.news ou (81) 9.8173.9108 (WhatsApp)