Ocupe Estelita, violência contra a mulher e a cena cultural pernambucana foram algumas das bandeiras levantadas pelo rapper Criolo, que se apresentou na noite desta sexta (7), no Clube Português, na Av. Rosa e Silva, Graças. Se apresentaram também os DJ's do Discopédia e a banda pernambucana Eddie. 

Os meninos da Discopédia abriram a noite. O projeto, que tem Dandan, Marco e Nyack como DJ's, é uma festa dedicada ao vinil e acontece semanalmente na capital paulista.  Nesta sexta, Recife recebeu uma versão do projeto, já que Dandan é o DJ que acompanha Criolo no palco há mais de 20 anos.

A Banda Eddie veio em seguida, com um repertório que convida todo mundo a cantar junto. "Futebol e Mulher", "Lealdade" e "Maranguape" levantaram o coro do Clube Português. 

Fabinho Trummer, vocalista da banda, celebrou o fato de estarem tocando no local pela primeira vez. "Já viemos muito a shows aqui, mas tocar, ainda mais com casa cheia, é a primeira vez", disse, lembrando que o Clube Português foi palco do último show de Chico Science e Nação Zumbi, em setembro de 1996. Poucos meses depois, Chico morreria num acidente de carro.

Criolo assumiu o microfone logo depois dos pernambucanos, não sem elogiar os colegas da Eddie e a cena cultural local. "A gente tem que respeitar os artistas do nosso bairro", disse o rapper, em um dos vários momentos em que tratou de temas políticos. 

Criolo, inclusive, dedicou parte do show a uma homenagem a Mirella, que morreu vítima de feminicídio nesta semana, em Boa Viagem. No telão e em um cartaz segurado pelo rapper se via a mensagem: "Somos todos Mirella".

A apresentação foi longa, terminando por volta das 3h20 da manhã, mas Criolo conseguiu manter os fãs sintonizados: o som hipnotizante do rap somado às "pregações" do cantor não deixavam ninguém pensar em ir embora.

 A turnê de "Ainda há tempo" teve única apresentação no Recife e é uma volta ao primeiro disco da carreira do rapper.  No entanto, canções de "Convoque seu Buda" e "Nó na orelha" estavam no setlist, como "Lion Man" e "Mariô".

(Vídeo: Mariana Cesse/colaboração)


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: gracas@poraqui.news ou (81) 9.8173.9108 (WhatsApp)