Quem poderia imaginar que em meio ao trânsito de carros e pessoas da Av. Rosa e Silva uma fábrica de tortas estaria a pleno vapor? Pois a Dalena Tortas Finas, que atingiu a maioridade no fim de 2016, mantém uma verdadeira fábrica de delícias no número 431 de uma das avenidas mais movimentadas da Zona Norte.

A lista de compras não é nada singela: 400 quilos de farinha, 6 mil ovos, cerca de 600 quilos de chocolate, entre outros ingredientes, vão virar duas toneladas de tortas produzidas a cada mês ou mil tortas a cada 30 dias. Deu para visualizar? 

Essa quantidade fenomenal de quitutes vai ser vendida nas quatro lojas da marca, que conta com três endereços em Boa Viagem, além do das Graças, na Zona Norte. Este último, inaugurado em 2007.

Brigadeiro, limão, tentação. Sabe qual é campeã de vendas? A torta alemã, com 25% do total de vendas. Segundo Madalena Souza, a proprietária da marca, o sabor foi o primeiro que vendeu, ainda na época em que tudo era feito à mão. "Eu busquei uma receita com uma irmã minha e fui evoluindo com o tempo.  Inclusive até hoje é a Torta Alemã a que mais vendemos", diz. "A produção mudou bastante desde o início da nossa história. Começamos em casa, de maneira artesanal", relembra.

"No início a gente usava as batedeiras caseiras.  Hoje existem dois tamanhos que trabalham de acordo com o volume de massas. São batedeiras mais industriais. Nada gigantesco, mas que bate em média uma receita que atende 15 massas( em média). Para assar, antes era um fogão caseiro de seis bocas. E hoje tem um fogão industrial que assa até doze massas. No início tínhamos um freezer horizontal e hoje temos uma câmara frigorífica para poder armazenar até distribuir", explica Alexandre Souza, que é diretor administrativo da rede e filho de Madalena.

Dalena Tortas Finas

Av. Conselheiro Rosa e Silva, 431 – Graças | (81) 3423-2526
Horário de funcionamento: de segunda a sábado, das 9h às 21h; domingo, das 11h às 21h30


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: gracas@poraqui.news