Já foi ver a exposição Rodolfo Mesquita – A forma custa caro?  Que tal aproveitar o domingão e participar de um debate que vai acontecer no auditório do Museu do Estado de Pernambuco (MEPE), a partir das 15h, sobre a produção artística desse desenhista e ilustrador recifense?

Com mediação da jornalista Olívia Mindêlo, a conversa em torno da obra de Rodolfo Mesquita vai ser travada entre a crítica de arte Clarissa Diniz e o cineasta Pedro Severien, diretor de um documentário de 35 minutos sobre o artista que está sendo projetado durante a exposição.

No local, também está sendo vendido o livro sobre a obra do desenhista pernambucano. A publicação é um lançamento da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), que traz 340 páginas e cerca de 300 imagens, com João Lima, filho de Rodolfo Mesquita, à frente da coordenação editorial.

Rodolfo Mesquita era praticamente um workaholic, com suas tintas, pincéis e canetas. Até hoje, não se sabe ao certo quantos quadros, desenhos, ilustrações trouxe à tona, até morrer, em fevereiro de 2016. Alguns deles, 64 mais exatamente, você pode ver na exposição, que fica em cartaz até 28 de junho.