Paula Melo, do PorAqui. Colaborou Daniel  Costa Lima

A manhã deste sábado, 1º de abril, começou com a Rua da Amizade interditada para a realização de serviços de manutenção na arborização urbana. Caminhões da Celpe, Emlurb e Brigada Ambiental, além de carro da CTTU, estão no local para a poda das árvores e apoio.

Logo cedo, por volta das 8h, um grupo de cerca de 12 moradores abordaram José Carlos Vidal, diretor de praças, parques e áreas verdes da Emlurb para garantir que a operação fosse cautelosa nas podas. 

A ação, prevista para acontecer até as 17h, provavelmente terá que ser encerrada antes por conta da quantidade de carros estacionados na rua. Inclusive, a CTTU solicita que moradores retirem os veículos da via para que a operação seja finalizada ainda hoje.

Segundo José Carlos Vidal, a solicitação dos moradores de preservação das árvores é genuína, mas é preciso levar em conta que o crescimento desordenado da cidade acaba por colocar em xeque a existência do verde nas áreas urbanas. "É difícil. Uma cidade que cresce desordenadamente, que prioriza o carro, não é compatível com uma árvore como um oitizeiro, por exemplo, que tem que disputar espaço com rede de esgoto, redes de baixa e alta tensão, cabos de TV e fios de telefone", disse. 

Ele ainda afirmou que apesar das reclamações, a Emlurb não pode ser a vilã. "Nós plantamos árvores mais que podamos", falou. No entanto, não repassou os números à reportagem do PorAqui.

 


O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Para baixar o aplicativo: Android iOS

Sugestões e colaborações: gracas@poraqui.news ou (81) 9.8173.9108 (WhatsApp)