Não gosta de Carnaval e vai estar pelas Graças durante a folia? O que acha de sair para fotografar as belezas do bairro? O PorAqui preparou uma lista de três lugares para inspirar você a tirar umas belas fotos. 

Parece interessante? Que tal mandar para a gente o resultado do passeio (gracas@poraqui.news). Quem sabe não sai no PorAqui, hein?   

1. Jardim do Baobá

Você sabia que Pernambuco é o Estado brasileiro que abriga o maior número de baobás? São 16 no total. Só no Recife, onde a espécie foi tombada pela prefeitura e pelo Ibama na década de 1980, são 11. 

Pois bem, reza a lenda que o baobá pode alcançar a longeva idade de 6 mil anos. No entanto, as espécies plantadas in solo brasilis devem ser consideradas "crianças de colo", pois o baobá não existia na flora brasileira antes do descobrimento. 

Existem algumas teorias sobre sua origem: uma delas diz que deve ter sido trazido por Maurício de Nassau, no século XVII. Outra conta que veio junto com sacerdotes africanos, que foram trazidos ao Brasil no período da escravidão. Uma terceira versão coloca a "culpa" nas aves migratórias.

Mas não dá para saber. O que dá para saber é que é uma árvore belíssima, cujo tronco pode chegar a medir 20 m. Que tal chamar a família para tirar aquela foto de todo mundo abraçando o baobá? Fora isso, o parque tem um vista linda para o Capibaribe, que também rende belas fotos.

(foto: Fernando da Hora/JC Imagem)

2. Estação Ponte D'Uchôa

(foto: Bobby Fabisak/JC Imagem)

Essa é para reviver a época em que surgiram os primeiros bondes no Recife. A estação foi construída em 1865 e foi toda feita em madeira. Anos depois, recebeu a estrutura de ferro, forma que mantém até hoje. Em 2013, foi destruída por um motorista bêbado, causando comoção nos moradores da cidade. 

A reconstrução foi concluída no ano seguinte e respeitou a arquitetura original. Dá para explorar os detalhes da obra ou fazer selfies como se estivesse de volta ao passado. Fica na  na Av. Rui Barbosa, em frente ao Colégio Damas. 

3. Praça do Entroncamento

(foto: JC Imagem)

Você sabia que essa praça, que fica entre as avenidas Rui Barbosa, Agamenon Magalhães e Rosa e Silva, foi inaugurada em 1925 e funcionava como espaço recreativo de um hotel que Delmiro Gouveia, um dos pioneiros das industrialização no país, mantinha na região

No centro, uma fonte de ferro, em estilo neoclássico, com uma coluna altíssima e decorada com flores, folhas, uma mulher e gárgulas. Até os bancos de concreto respeitam o projeto original e trazem, no descanso para os braços, gárgulas.

Em volta da fonte, há quatro palmeiras. Mangueiras e um parquinho para crianças compõem também a paisagem do lugar, um refúgio no meio da correria da cidade. Mais uma vez, fotos com gostinho de volta ao passado.


 O jornal de bairro evoluiu. No PorAqui, você encontra estações de conteúdo hiperlocal e colaborativo.

Baixe agora o app gratuito e cadastre-se: Android e iOS

Sugestões e colaborações: gracas@poraqui.news