Com colaboração de Rodrigo Pires

Há quatro anos comercializando os discos da extinta fábrica Rozenblit nas plataformas digitais de música, o estúdio Somax aproveita a popularização dos aplicativos, como Spotify e Deezer, para trazer à luz o tesouro que guarda em seus arquivos. Desde 2014 até agora, foram lançados quase 100 produtos no mercado online, e a tendência é que esse número se multiplique neste ano.

Caça ao vinil: roteiro musical (quase) escondido no Recife

Só no YouTube, o Somax trabalha em cinco canais, que são O Melhor do Brega, 20SuperSucessosRozenblit MusicPolydisc, e Top Popular. São quase 200 mil assinaturas, com destaque para O Melhor do Brega, que tem 96 mil, com discos de Fernando Mendes, Ribamar José, Waldick Soriano, entre outros.

Agora a empresa pretende disponibilizar, na internet, raridades da psicodelia pernambucana, como Rosa de Sangue, de Lula Cortes; Paêbirú, de Zé Ramalho e Lula Cortes; e Satwa, de Lailson e Lula Cortes. Os LPs destes álbuns estão custando hoje entre R$ 1 mil e R$ 5 mil.

Taberna do Vinil: verdadeiro reduto dos apaixonados por LPs

(foto: Rodrigo Pires/cortesia)

A Rozenblit foi uma fábrica de discos genuinamente pernambucana, inaugurada em 1953. A primeira do Brasil sem capital estrangeiro. Passou a gravar a partir de 1954 e a distribuir a partir de 1960, quando atingiu o auge. Funcionou até meados dos anos 1980. “Nós temos discos históricos aqui que precisam continuar a serem ouvidos”, comenta um dos sócios do estúdio Somax, Hélio Rozenblit.

Assustado Discos: selo de vinis em plena expansão em 2018

“Você tem um negócio escondido e que agora vai ganhar o mundo, porque essas plataformas digitais fazem esses produtos chegarem em todos os lugares”, comenta ao citar que, no formato digital, não há limite de espaço – como havia nos LPs e CDs –, e isso permite que seja disponibilizado conteúdo extra, como faixas que ficaram boas, mas não entraram no disco e conversas de estúdio que foram gravadas.

O Somax tem disponibilizado seus produtos na iTunes, Spotify, Deezer e Play Store. O mais novo deles será o álbum de Faces do Subúrbio, que foi gravado na última semana em seu estúdio. O produto terá cinco músicas inéditas e é uma comemoração pelos 20 anos do primeiro disco da banda recifense.