O premiado espetáculo solo do ator recifense Alexandre Guimarães está voltando ao Recife para comemorar 3 anos de estrada. A peça O Açougueiro será apresentada nos dias 31 de agosto e 1º de setembro, às 20h, no Teatro Hermilo Borba Filho.

O espetáculo conta a história de Antônio, um sertanejo que tem medo da fome, mas em meio às adversidades consegue abrir seu próprio açougue. No meio da trama, Antônio apaixona-se por Nicinha. Interpretando nove personagens, Alexandre Guimarães apropria-se de toadas, aboios de vaqueiro e outras manifestações populares nordestinas para contar uma história de amor no sertão pernambucano.

LEIA TAMBÉM:

Transborda Oficina Teatral chega ao Recife em setembro com espetáculos e oficinas

#DanceaCidade: projeto mapeia o Recife através da dança

O Açougueiro

Foto: Pritty Reis

A peça foi o resultado dos anos de estudo do ator. O monólogo já passou por 8 estados, participou de diversos festivais de teatro pelo Brasil e ganhou vários prêmios. “Foi em um festival em Curitiba que tive o maior reconhecimento. Depois disso, senti que o pessoal aqui do Recife me percebeu na cena artística. Recebi críticas muito boas e foi minha oportunidade de trazer o trabalho de volta para o Recife, dessa vez com muito mais alcance”.

Alexandre se apresentou no Festival de Inverno de Garanhuns de 2017 e já passou por Setúbal, seu bairro de nascença, com sua peça em 2016. Foi um mês de apresentações nas sextas, sábados e domingos. “Para um monólogo, resultado de um projeto autoral, foi realmente uma surpresa conseguir toda essa visibilidade no Luiz Mendonça, um teatro que ganha muito por estar dentro de um parque e conseguir agregar várias pessoas”.

Made in Setúbal: Alexandre Guimarães

foto: acervo pessoal/Toni Rodrigues

Alexandre é filho do bairro de Setúbal, Zona Sul do Recife. O ator iniciou sua trajetória ainda em terras setubenses, quando tinha 13 anos e estudava no Colégio Elo. Participante do extinto projeto Arte Viva, Alexandre fez sua primeira apresentação no Festival de Teatro Amador para Crianças, no Teatro Barreto Júnior. “Fabiana Karla, a atriz global, era uma das melhores amigas da minha irmã e também fez sua primeira apresentação no mesmo festival que eu”, recorda.

Após se formar em Rádio e TV pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Alexandre trabalhou ainda alguns anos conciliando as duas paixões: o teatro e o rádio. Até que em meados de 2012, depois da formação no curso profissionalizante de artes cênicas do Sesc Piedade, Alexandre passou a se dedicar exclusivamente ao teatro, indo estudar no Rio de Janeiro e em São Paulo para aperfeiçoar suas técnicas.

“Eu brinco que nasci no suvaco de Boa Viagem. Setúbal é diferente, é algo ainda pé no chão. O povo se cumprimenta mais, se conhece mais. Minha maior vontade é de voltar a morar no bairro”.  Alexandre mora há mais de dois anos no Rio de Janeiro e se dedica exclusivamente à carreira de ator.

? O Açougueiro
? Teatro Hermilo Borba Filho
? 31 de agosto e 1º de setembro
⏰ 20h
? Ingressos R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada) à venda no Sympla