Quando uma banda de Candeias, bairro de Jaboatão dos Guararapes, compõe músicas instrumentais que chegam até 15 minutos de duração, e o mercado musical brasileiro, mesmo o independente, está distante dos seus padrões estéticos e geográficos, a solução encontrada pela Quarto Astral foi criar e recriar, anualmente, formas de existir e deixar seu legado para a história.

Concebida dentro de casa pelos irmãos Thiago e Bruno Brandão, há dez anos, o grupo contabiliza seis turnês nacionais, e no ano passado, pela primeira vez, finalizou uma série de apresentações na cidade de Rivera, no Uruguai. “Cada vez que pegamos a estrada, fazemos em torno de 15 shows, tocando em festivais, praças, casas de shows, bares e pubs”, explica Thiago, vocalista e guitarrista.

Autodidata e com a música na história da família, Thiago aprendeu bem cedo a rotina dos músicos da noite nos bares da região. Com 11 anos, tocava clássicos do rock em bares tradicionais de Piedade e Candeias, como o Beto’s Bar, Pileque e o extinto Xalé.

“Aos 14 anos entrei no circuito de bandas e toquei com a Má Companhia, Lula Côrtes e Beto Kaiser. E a partir dos 15, eu estava meio que apadrinhado por essa galera e comecei a Quarto Astral”, lembra.

Captação do DVD “Árvore”, na praia do Paraíso (Cabo de Santo Agostinho) | Foto: Divulgação

DVD

A primeira grande missão da banda foi a produção do DVD “Árvore”, inspirado no clássico ao vivo em Pompeia, do Pink Floyd. Em 2011, o grupo reuniu sete cinegrafistas amadores, que hoje atuam profissionalmente no mercado audiovisual, integrando uma equipe de mais de 20 pessoas, incluindo engenharia de som e produção.

Filmado na praia do Paraíso, no Cabo de Santo Agostinho, o registro foi quase todo colaborativo. “Até a casa conseguimos de graça. Procuramos, fomos até o local e falamos com o caseiro. Depois tivemos acesso ao dono, que liberou por sete dias para as filmagens. Tudo motivado pela necessidade de ter um material massa pra banda, explica Thiago.

Equipamentos utilizados nas gravações | Foto: Thiago Gillen

As gravações dos EP’s, singles e álbuns são, praticamente, todas feitas em casa. O estúdio que a banda ensaia, em Candeias, era a casa do seu falecido avô, Omar, que em sua homenagem, batizaram com seu nome: O Mar Astral. Oficialmente são sete registros sonoros em diversos formatos.

QUINTA DIMENSÃO

Em 2014, realizaram três turnês nacionais para lançamento do álbum “Quarto Astral na Quinta Dimensão”, passando pelo Sul, Sudeste e Nordeste. Para minimizar os custos e maximizar o público, o grupo tocou em parceria com a banda estadunidense Radio Moscow e os brasileiros da Rinoceronte.

“É tudo questão de saber organizar o rolê, como se previne, quem são os produtores que estão organizando os shows. Hoje conseguimos muitas parcerias, como o pessoal da Abraxas que auxilia na produção das turnês, e da Lombra Records. E por mais que organize, sempre rolam problemas. Em alguns momentos temos que fazer rotas muito intensivas com muitas horas de direção. É uma guerra. Só faz isso se acreditar no que tá fazendo”, explica o vocalista sobre como as viagens são feitas.

Durante turnê na praia de Porto Belo, em Santa Catarina | Foto: Arquivo Pessoal

“Fenda Uni-Verso” foi lançado em 2016 numa viagem de carro, que começou em Candeias e só terminou no Rio Grande do Sul. O resultado dos esforços rendeu para a banda uma edição limitada em vinil duplo do disco, numa parceria com o selo brasiliense de vinil artesanal “Lombra Records”.

No ano passado, lançaram o single “Plano Etéreo”, também em vinil. Em outubro, juntaram os instrumentos e pegaram a estrada novamente com a turnê “Colheita Espacial”. Para 2018, a Quarto Astral já tem o planejamento para a próxima rota. Estão com presença confirmada em março, no Festival Aldeia Rock, no Rio de Janeiro. A ideia é seguir para cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

“A gente sempre aprende com os problemas, com os erros, festivais, datas e eixos pra fechar um rolê massa. Tudo isso conta muito para que dê certo e traga bons frutos e o público esteja cada vez maior”, explica.

A Quarto Astral atualmente é formado por Thiago Brandão (vocal e guitarra), Bruno Brandão (baixo) e Marcelo Rangel(bateria).

Quarto Astral
Canal do YouTube