Vocalista da Kaya na Real, uma das bandas pioneiras do reggae pernambucano, Alexandre MMR (42), há 24 anos é morador do bairro de Piedade, no Jaboatão dos Guararapes. Ocupou importantes palcos entre 1994 e 2000, abrindo shows de notórios grupos do estilo, como Alpha Blondy, The Wailers, Culture e Jimmy Cliff. No ano passado, reuniu o núcleo fundador da banda, após um intervalo de oito anos, e lançou o álbum “Sinta a outra realidade”, gravado no Casona Estúdio, em Candeias.

O PorAqui conversou com Alexandre e ele fez um guia clássico do que fazer nos bairros de Piedade e Candeias, com uma escapadinha há 22 anos para as praias do Cabo de Santo Agostinho.

The Cosmopolitan Pub em Candeias | Foto: Danilo Spíndola

The Cosmopolitan Pub

Com influência dos tradicionais pubs ingleses e uma pegada bem brasileira, o Cosmo, como é conhecido entre os frequentadores, é um dos refúgios para quem gosta de ouvir um rock clássico. Localizado no número 4456 da avenida Bernardo Vieira de Melo, o empreendimento apresenta dois ambientes: interno, com todo conforto da locação climatizada, e o externo, exposto a temperatura local e aquela maresia fina, tradicional da região.

 “Gosto de tomar uma no Cosmopolitan porque ainda é um dos poucos lugares que ainda rola um lance alternativo”, justifica Alexandre.

Bar da Galinha | Foto: Reprodução/Facebook

Bar da Galinha (Paiúda’s Bar)

Desde 1985, o Paiúda’s Bar, conhecido pelos moradores de Candeias como Bar da Galinha, é um dos clássicos da praia jaboatonense. “A vista é por nossa conta” é o lema citado por Celso Paiúdas proprietário do estabelecimento. Frutos do mar sempre frescos com seu tempero único, caldinhos para todos os gostos e a cerveja gelada são a combinação perfeita de um final de semana no bairro.

Nordestão (Paiva)

“Quando vim morar em Piedade já era proibido o surfe, então a solução foi ir ao Nordestão, no Paiva”, explica Alexandre. O local é um pico de surfe clássico para os moradores da região, principalmente após a construção da ponte que liga Jaboatão dos Guararapes à Reserva do Paiva, onde é localizado. O oásis, antigamente escondido entre os coqueiros, é uma opção para quem tem fôlego e um tempinho para pegar umas ondas durante a semana sem precisar se deslocar para grandes distâncias.

Tagore indica os melhores lugares de Piedade e Candeias

Casa do Pará

A tradicional culinária paraense e toda sua diversidade gastronômica, como tacacá, pato no tucupi e maniçoba, são oferecidas, diariamente, pela unidade de Piedade da Casa do Pará. Mas como todo bom surfista, a história de Alexandre é com o açaí do local, conhecido por ser o mais próximo, em Pernambuco, da iguaria consumida no Norte.

Casa do Pará | Foto: Divulgação/Facebook