Qual o tamanho da sua fome? O Big Dogão, em Jardim São Paulo, Zona Oeste do Recife, pode te ajudar a responder. Na van estacionada todas as noites na Avenida São Paulo, você pode encontrar cachorros-quentes completos de 15, 30 e até 60 cm.

Pão, salsicha, molho branco, molho rosé, catchup, milho, batata, queijo ralado, catupiry, cheddar e verduras – o cliente escolhe o que quer no seu cachorro-quente.

O menor, de 15 cm, custa R$ 4. Já o de 30 cm, é R$ 5,99 (ou melhor: R$ 6). E o dogão gigante, de 60 cm, custa R$ 13 (isso, porque ele vem numa embalagem especial, para ajudar o freguês no manuseio).

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

“Pois tem gente que compra desse grandão e come sozinho”, diz Gilmar dos Santos, dono do negócio, sobre a fome do pessoal que chega pra comprar seu cachorro-quente. “A gente chega a vender entre 60 e 70 por noite”, conta.

Ex-mestre de obras, Gilmar viu na venda de cachorros-quentes uma saída para os tempos de desemprego. Há cerca de um ano, ele “se vira nos 30”. Antes, era um ponto na Praça de Jardim São Paulo. Agora, tem a van.

O Big Dogão é um negócio familiar. Ajudam Gilmar na empreitada sua esposa e os três filhos, que se revezam nos dias e horários de atendimento.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

De domingo a domingo, o veículo chega sempre às 18h30 e se reveza em dois pontos bem próximos: ao lado do Lava Jato do Rafa e, atravessando a Avenida São Paulo, mais próximo do Shopping Jardim. Funciona até as 23h.