De uma pequena tapiocaria em Caruaru ao restaurante de comida regional mais badalado da Zona Oeste do Recife. Em 12 anos, o Maria Maria se tornou uma das principais pedidas para quem quer desfrutar do sabor da tradicional culinária nordestina. E tudo isso no bairro de Jardim São Paulo.

A comida é boa e o ambiente, super aconchegante, é totalmente decorado com a cara de uma cidade do interior. No cardápio (ou “o negoço com o nome das comida”, como está escrito), o cliente encontra uma variedade de opções de “lamber os beiços”.

O Maria Maria começou em um pequeno quiosque de tapioca, no Polo Comercial de Caruaru, em 2005. O negócio familiar migrou para o Recife e chegou ao bairro de Jardim São Paulo em 2007, num pequeno estabelecimento que já vendia, também, sopas e cuscuz.

Foto: divulgação/Maria Maria Restaurante

Funcionava na Av. São Paulo. O aumento da clientela exigiu, mais uma vez, que o Maria Maria buscasse um novo lugar para funcionar.

Poucos meses depois, já como restaurante, chegou ao endereço onde está até hoje: a Rua Nossa Senhora de Fátima, nº 255. A diversificação dos pratos acompanhou as mudanças e a ampliação do espaço.

Hoje, o restaurante apresenta diversos pratos que traduzem o autêntico sabor da comida de panela: tapiocas, sopas, cuscuz, macaxeira, bolos, pizzas (feitas de goma de mandioca), entre outros.

Foto: divulgação/ Maria Maria Restaurante

Tudo no Maria Maria remete à cultura popular pernambucana. Alguns pratos foram batizados com nomes de mercados públicos (Mercado da Boa Vista, Mercado da Encruzilhada, etc) ou expressões típicas. Todo o espaço possui uma decoração que lembra uma verdadeira vila de cidade do interior.

As delícias são muitas, mas as mais pedidas são a Sopa de Macaxeira, nos valores de R$ 7,50 (tiquinho) e R$ 11 (pra encher o bucho); o Mercado da Madalena (cuscuz, queijo coalho, carne de sol desfiada e requeijão), por R$ 11,90; e o Danado de Bom (macaxeira, queijo coalho, carne de sol desfiada, e manteiga de garrafa), que custa R$ 15,20.

O sucesso do Maria Maria só fez crescer, atraindo turistas de outros estados (Rio de Janeiro, São Paulo, etc) e países (Argentina, Estados Unidos, China, etc). O restaurante também já recebeu, pelos seus pratos, o reconhecimento de entidades e veículos da mídia, como a Abrasel, a Veja (Comer & Beber) e o Trip Advisor.

“Acho que esse sucesso todo do Maria Maria é porque a gente sempre procurou, muito além de ser só um restaurante, também divulgar e difundir a cultura nordestina. Sempre foi uma preocupação nossa”, conta Clélia Pinheiro, uma das proprietárias.

Famílias inteiras vêm jantar no local, diariamente, das 17h30 às 22h. O Maria Maria também abre para almoço (self-service), de sexta a domingo, das 11h30 às 15h.

Nesse horário, são servidas opções diferentes de refeição, mas, ainda assim, preservando o estilo que lhe rendeu fama: é possível encontrar, por exemplo, a boa e velha rabada ou um suculento sarapatel.

? Restaurante Maria Maria
? Rua Nossa Senhora de Fátima, 255 – Jardim São Paulo.
⏰ Almoço (self-service) – De sexta a domingo, das 11h30 às 15h
⏰ Jantar – Diariamente, das 17h30 às 22h