Foi cancelada a apresentação da peça “Machuca”, com a Trupe Ensaia Aqui e Acolá, que aconteceria nesta segunda (5), na Praça de Jardim São Paulo.

Devido às chuvas da semana passada e a questões de agenda, o grupo resolveu cancelar a apresentação, ainda sem data marcada para chegar e Jardim São Paulo.

“Machuca” traz um importante debate sobre o machismo, a cultura do estupro e o patriarcalismo, questões atuais e essenciais nos nossos tempos.

Dirigido pela atriz Ceronha Pontes, “Machuca” discute a violência de gênero a partir das histórias de várias mulheres que sofreram na pele esse problema tão atual. As atrizes Andrea Rosa, Iara Campos e Juliana Montenegro se revezam em cena para mostrar histórias cruéis e marcantes.

Na peça, são mostrados fatos reais que expõem o machismo cotidiano, que sufoca e leva à exaustão. Seja relatos anônimos de quem até hoje carrega cicatrizes físicas e emocionais, quanto fatos de grande repercussão midiática: os casos Eliza Samudio, Dandara dos Santos são alguns deles.

Atrizes se revezam em cena para contar histórias de violência contra a mulher (Foto: Bella Vale)

“Nós escolhemos histórias muito emblemáticas para contar, que trouxeram à tona a crueldade do machismo. A demanda da vida real é massacrante para as mulheres e tentar entender o feminismo e o feminino nos fortalece. Somos marcadamente políticas, com a função social de tentar mudar o quadro atual em que vivemos. Por isso, tudo o que levamos para a cena nos contempla” comenta a atriz Andrea Rosa.

Além das histórias reais, as atrizes reproduzem em cena discursos de referências feministas e fazem citações a diversos nomes que lutaram e ainda lutam contra o patriarcado como Karol Conka, Nísia Floresta Brasileira, Elizabeth Mia, Djamila Ribeiro, Ângela Davis e Maria Clara Araújo.

“Procuramos nessas referências reforçar e amplificar nosso discurso. ‘Machuca’ é um espetáculo de denúncia, declaradamente feminista e inteiramente pautado na sororidade e na esperança de construir uma sociedade mais equânime para as mulheres”, define Juliana Montenegro.

“Machuca” foi contemplado pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz 2015, concebido pelo Governo Federal.

Atualizado às 14:14 desta segunda (5/6)