Neste domingo (24), o Polo Azulão realiza em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, pelo segundo ano consecutivo nesse local, a IV Fogueira de Sàngò, um evento religioso que promove o sincretismo entre as religiões de origem cristã e de matriz africana.

Nesta edição, o evento irá prestar homenagem à Aristóteles Veloso, Jeremias Aquino, Solange Pereira, Roseane Carneiro e Joseildo Inácio (em memória). A programação tem início às 18h, e contará com apresentações culturais e religiosas de pessoas das religiões africanas e o acendimento da fogueira.

A ‘Fogueira’ tem por finalidade trazer um pouco do sincretismo religioso, uma vez que o dia dedicado ao orixá alusivo no ato desta manifestação é também festejado pela igreja católica, em 24 de junho, como dia de São João Batista, um santo bastante conhecido e respeitado no período junino.

O evento irá prestar homenagem à Aristóteles Veloso, Jeremias Aquino, Solange Pereira, Roseane Carneiro e Joseildo Inácio . (Foto: Janaina Pepeu)

O encontro consiste em promover um ritual de respeito ao santo católico e ao orixá Sàngò (conhecido também como Xangô), fazendo-se uma fogueira e dançando-se em círculo numa demonstração de fé, adoração e respeito, com os membros da religião entoando cânticos e danças, clamando por proteção e justiça.

“O objetivo do rito é promover a divulgação das crenças e devoções direcionadas ao orixá Sàngò, que é considerado pelos membros da religião como o rei do fogo e senhor da justiça”, destacou o Coordenador de Promoção à Igualdade Étnico Racial, Ivan Moreira.

Na programação do evento estão previstas a participação especial dos grupos Jurema Preta e Ori Companhia de Dança.

São João tem forró pra todo lado! Veja programações do interior de Pernambuco

O ritual

O rito irá iniciar com a abertura da cerimônia direcionada ao orixá Exu (senhor dos caminhos e dos movimentos). Em seguida será feito o reconhecimento aos Babalorixás e às Yalorixas que estarão presentes no ato, e dos filhos do orixá Sàngò.

Após esse reconhecimento será iniciado o “xirê”, que é a cerimônia de cânticos e danças dedicados aos orixás e falas do povo de Axé. A queima da fogueira dedicada ao santo católico e ao orixá, que será montada de frente para o palco do Polo Azulão, irá acontecer às 18h.

Fogueira de Sàngò . (Foto: Janaina Pepeu)

A Fogueira de Sàngò é uma manifestação pública realizada em diversas cidades brasileiras, mesmo naquelas que não têm festejos juninos, uma vez que no sincretismo religioso, Sàngò é representado pelo santo católico São João Batista.

A ritualística é bastante conhecida pelo povo de matriz africana, que tem imenso respeito e adoração ao orixá por ele ter a característica de promover a justiça à todos que dele necessita.

Som na Rural estaciona no São João de Caruaru a partir desta sexta-feira