A partir desta terça-feira (26) a 4ª etapa de Rio Doce, em Olinda, pode contar com um novo campo de futebol society. O projeto social Field in Box™, parceria entre a FedEx Express, UEFA Foundation for Children, streetfootballworld e love.fútbol, além da ativa participação da comunidade local, construiu um espaço de prática esportiva e de lazer em terreno cedido pela Prefeitura de Olinda.

“A ligação da nossa comunidade com o futebol é muito forte e o espaço estava abandonado. As crianças só tinham uma bola e o chão de terra pra jogar”, relembra Karina Paz da organização social Pazear, projeto local que esteve à frente da mobilização de crianças, jovens, adultos e idosos do entorno para que o sonho do novo campinho se tornasse realidade.

Menino da Zona Norte do Recife é selecionado para jogar futebol em time dos EUA

A iniciativa contou com a metodologia de engajamento comunitário da love.fútbol, organização social radicada no Recife que acompanhou todo o processo ao lado da Pazear e que já contabiliza 25 projetos de construção e revitalização de campos e quadras de futebol em países como Brasil, Guatemala, México, Egito, Argentina e Índia.

O campo de terra batida faz parte do antigo CSU (Centro Social Urbano), projeto que não existe mais. Foto: Divulgação
A metodologia da love.fútbol funciona através de mutirões comunitários. Foto: Brenda Alcântara

“Foi um trabalho de quatro meses que contou com diversos grupos envolvidos, como escolas, igrejas, associação de idosos, ONG’s locais”, explica Pedro Leal, coordenador de projetos da love.fútbol que contabiliza a participação de mais de 250 voluntários durante todo o processo de construção e revitalização do novo espaço de lazer.

A comunidade trabalhou na manutenção do campinho. Foto: Brenda Alcântara
Mutirões de pintura envolveram jovens da comunidade. Foto: Brenda Alcântara
A aderência da comunidade surpreendeu as organizações envolvidas. Foto: Brenda Alcântara

Mutirões de pintura de alambrado, limpeza, construção, grafite, plantio de árvores, fabricação de lixeiras, manutenção do campinho que já existia, formação de grupos de alimentação, organização de eventos e divulgação das atividades foram feitos diretamente pela comunidade, através de uma sinergia que impressionou os próprios envolvidos.

Autoestima comunitária

A revitalização coletiva do espaço de jogo é também um exercício de cidadania. Foto: Brenda Alcântara

“É um sonho, não tenho nem palavras para descrever o que aconteceu. Não estou falando só da estrutura, e sim de coisas que nem dá para enxergar”, revela Karina que faz questão de pontuar a participação da love.fútbol. “A ativação que eles fazem influencia a nossa autoestima, eu não tinha noção da força que a comunidade tinha, os talentos descobertos. É engrandecedor”, complementa.

Plantio de mudas também fez parte das atividades do projeto. Foto: Brenda Alcântara

Karina também faz questão de esclarecer que o espaço recém-inaugurado pela vizinhança representa muito mais do que um campo de futebol. “Vai se transformar em um centro de lazer e convivência da comunidade, onde terão atividades de capoeira, ginástica, eventos culturais. Vai ser lindo”, prevê.

O campinho foi finalizado com grama sintética. Foto: Divulgação/love.fútbol

A celebração de inauguração do novo campinho foi realizada nesta terça-feira, às 13h, e contou com partidas de futebol feminina e masculina, além de apresentações culturais como a Troça Carnavalesca Mista Pitombeira dos Quatro Cantos e as troças locais Menina e Menino de Rio Doce. A apresentação de um coral de surdos também fez parte da programação.

Copa das Resistências: ativistas promovem torneio fora do ‘padrão FIFA’ no Recife

O Brasil é o quarto país a receber o campo de esportes Field in the Box™ – espaços semelhantes já foram construídos na Espanha, na Polônia e na África do Sul. O projeto é financiado pela FedEx Cares, plataforma de responsabilidade social global da FedEx. A empresa está comprometida em investir US$ 200 milhões para beneficiar 200 comunidades em todo o mundo até 2020.