Como sabemos, no período pós-Carnaval é lugar comum os casos de pessoas infectadas com conjuntivite. Porém, segundo A Fundação Altino Ventura, a confirmação de pernambucanos com sintomas, em 2018, é 351% maior que a do ano passado.

O surto, este ano, foi tanto que infectou, pela primeira vez na história, um boneco gigante. A vítima é, nada mais nada menos, o Homem da Meia-Noite, nosso maior símbolo da Cultura Popular. Foi o próprio calunga quem divulgou, em seu Instagram, uma foto com os olhos vermelhos e a legenda “Peguei Conjuntivite! Tomei no papeiro! #melasquei”.

Após denúncia de bonecos gigantes, mamulengos são presos em Olinda

A notícia se espalhou mais rápido que o vírus e os bonecos, nervosíssimos, encontram-se em polvorosa, com medo de serem as próximas vítimas. No Alto da Sé, do lado de fora da Casa do Bonecos Gigantes, são ouvidas vozes impacientes:

– Ai, meu Deus, meu olho tá coçando… será que é psicológico?

– Não chega perto de mim!

– Alguém sabe se existe boneco oftalmologista?

– Eu acho que eu tô. Preciso de um atestado!

Por outro lado, os mais experientes, como é o caso do Barba-Papa, alegam que essa conversa de conjuntivite pode ter sido uma maneira do Homem maquiar a realidade. Veja o que disse, com exclusividade ao 4 Cantos News, o barbudo:

“Eu conheço aquilo desde moleque. Me lembro, como se fosse hoje, quando ele, fantasiado, ia mais o finado Demo e aquele arruaceiro do Garoto de Vassoura pro Segura a Coisa. Aquele velho se esconde atrás da gravata e daquele dentinho de ouro… Quem já viu boneco gigante com conjuntivite, rapá.? Pra cima de mim… hum… Conjuntivite, né? Já, já eu digo a conjuntivite que ele tá. Já, já vou enviar o colírio que todo mundo em Olinda sabe que ele usa.”

O fato é que, verdade ou mentira, conjuntivite ou qualquer coisa que seja, a notícia disseminou e é mais estarrecedora do que o caso da santa que chorou sangue. Então, até que o Homem da Meia-Noite lance outra nota afirmando ter se recuperado, é bom evitar um contato mais próximo com o mais famoso boneco do mundo.


Todas as notícias do 4 Cantos News são fruto da imaginação. Qualquer semelhança com a vida particular ou acontecimentos expostos à sociedade, dos que moram ou dos que frequentam este ambiente são meras coincidências. O conteúdo não reflete, necessariamente, a opinião do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.