A biografia da cocada mais rocheda que já provei em Olinda tem um capítulo especial que chama a atenção da freguesia. Inicialmente produzida por diversão apenas para deleite das amigas e amigos, a Cocada de Forno da Emília é um caso de sucesso nas ladeiras. Mas o que a apresentadora Ana Maria Braga tem a ver com essa história? A gente explica.

Junho de 2006, época da Copa do Mundo na Alemanha, a apresentadora global veio até Olinda realizar uma entrevista com os pais do jogador Juninho Pernambucano, que fazia parte do elenco que disputou o torneio na Europa. A locação da reportagem foi na Igreja da Sé, catedral construída no século XVI e um dos mais requisitados pontos turísticos da cidade.

Lucas, filho de Emília, conseguiu autógrafo durante visita da apresentadora e terminou estampado na Revista Quem. Foto: Acervo da família

“Meu pai é dono do Cantinho da Sé… quando eu soube que Ana Maria estava lá, eu fui com meus filhos”, explica Emília se referindo ao tradicional bar que fica localizado no entorno da igreja. Em um dos intervalos da gravação, ela viu a oportunidade de chegar próximo da equipe de filmagem e conheceu uma moça chamada Viviane, produtora que fez o meio campo com a apresentadora. 

Viviane deu a dica de ouro ao revelar que naquela noite Ana MarIa Braga dormiria no Sete Colinas, hotel-referência localizado também na Cidade Alta e a apenas cinco minutos andando do Alto da Sé. “No outro dia de manhã levei para lá um pirex com a cocada e deixei uma cartinha e coloquei o meu e-mail”, conta a doceira.

A aposta deu mais que certo! Alguns dias depois chega um e-mail assinado por Ana Maria Braga afirmando que gostou muito da cocada de forno e recomendando que Emília fizesse da produção um negócio. “Ela disse para que eu as colocasse para vender que daria certo”, relembra.

Divisor de águas

Ana Maria Braga também indicou a cocada de forno ao Chef César Santos da Oficina do Sabor que por um tempo também virou freguês. Foto: Divulgação

O elogio da apresentadora, de quem Emília sempre foi fã, terminou por deixá-la muito mais confiante com o potencial gastronômico que tinha em mãos. Todavia, insegura com os riscos de insucesso, já que os filhos eram ainda muito pequenos, teve que se preparar por dois anos para, enfim, meter as caras e botar o produto na rua.

Chefs brasileiros criam menus inéditos em festival gastronômico

Assim, entre os anos de 2008 e 2009, as Cocadas de Forno da Emília iniciaram a sua saga no mercado dos doces. Começaram a serem vendidas no já citado Cantinho da Sé e no Tribuna Sabores Ibéricos, localizado na movimentada Rua de São Bento, também no Sítio Histórico de Olinda. Nessa época, a doceira também já vendia os produtos em casa para quem topasse buscar.

Artesanal, todas as cocadas são produzidas na casa de Emília. Foto: Divulgação/Instagram

Então, o que já era esperado aconteceu. “Em 2016 eu pedi exoneração do meu cargo na Secretaria das Cidades pra só fazer cocada”, relembra Emília que já não mais conseguia conciliar o emprego com a produção artesanal que só aumentava. Nesse mesmo ano, Lucídio, marido da doceira na época, abriu o excelente Tô em Casa e também apostou as fichas no produto.

Casal olindense abre hamburgueria artesanal para driblar a crise

Hoje, com quatro revendedores fixos e ainda atendendo de casa, Emília vende em média 120 a 150 cocadas de forno por semana. “Tenho uma meta de fazer 100 cocadas por dia e vendê-las, mas para isso eu teria que crescer e não quero industrializar”, explica Emília que assume ter conseguido a independência financeira vendendo os produtos.

As cocadas de forno tiveram como inspiração uma receita de Dona Lúcia, ex-sogra de Emília, que aprendeu quando ainda criança em um engenho no estado da Paraíba. Os ingredientes utilizados são: coco seco ralado, queijo parmesão, manteiga derretida, ovos, açúcar e leite condensado.

Onde vende?

Tô em Casa
?Rua de São Bento, 298, Varadouro, Olinda
?(81) 3439-9603 e (81) 99491-5471 (WhatsApp)

Olinda Art & Grill
?Rua Bispo Coutinho, 35, Carmo, Olinda
?(81) 3429-9406

Cantinho da Sé
?
Rua Ladeira da Sé, s/n, Carmo, Olinda
?(81) 3439-7449

Na Praia Restrobar
?
Av. Beira Mar, s/n, casa 06, Vila de Todos os Santos, Maracaípe
?(81) 97110-8751

? Diretamente com Emília as cocadas podem ser adquiridas por R$ 6,00 (200g), R$ 25,00 (500G), R$45 (1kg). Telefone para contato: (81) 9491-7619