Com a ideia de fomentar a manutenção e a viabilidade do Sebo Casa Azul como um suspiro e refúgio literário do Sítio Histórico de Olinda, o poeta e jornalista Samarone Lima em parceria com algumas aliadas e aliados, lançou nesta quarta-feira (23), às 12h06, a convocatória A Casa Azul convida –  I Programa de Oficinas do Sebo Casa Azul, para ocupações nos meses de junho e julho deste ano.

✉ Link para a chamada: http://bit.ly/convocatoriazul

✉Link para inscrição: http://bit.ly/acasazulconvida

“É um projeto que representa uma momento de virada no funcionamento da Casa Azul, que originalmente é um sebo, mas oferece muitas outras possibilidades”, explica Samarone Lima, idealizador e também morador do espaço.

Sebo Casa Azul é novo reduto poético na Cidade Alta de Olinda

A ideia da convocatória aberta surgiu da sinergia do poeta com um grupo de simpatizantes do sebo, a maioria residentes em Olinda, que entendem o Sebo Casa Azul como um refúgio importante na resistência da vida cultural da cidade.

A venda de livros é hoje a principal fonte de renda do poeta. Foto: Katarine Araújo

Samarone Lima aposta que a iniciativa possa viabilizar a sustentabilidade financeira do reduto. “A venda de livros no sebo é responsável apenas por uma parcela do orçamento para cobrir os custos da casa”, explica o poeta que hoje se dedica integralmente ao Sebo Casa Azul.

Chamada pública

Samarone Lima abre portas e janelas em busca de parcerias. Foto: Katarine Araújo

Para se candidatar ao I Programa de Oficinas do Sebo Casa Azul é simples, basta preencher um breve formulário de inscrição com alguns dados de identificação e a ideia de oficina e vivência proposta para ocupar os cômodos da casa de Samarone.

Escrita criativa, edição de publicações, contação de histórias, performances, HQ, artesania de livros, poesia oral, rodas de conversa, cineclube, produção colaborativa, intervenções urbanas, ilustrações, teatro, fotografia, música, leituras dramáticas e literatura infantil são algumas das expressões sugeridas pela Casa.

Um equipe de curadoria formada pela cantora e jornalista Gidália Santana, o produtor cultural Leo Antunes, a poeta e advogada Katarine Araújo, o pesquisador Rodrigo Édipo e o próprio Samarone Lima estarão responsáveis por selecionar as propostas a partir dos seguintes critérios:

✍clareza

✍originalidade

✍viabilidade técnica e financeira

✍diversidade

✍capacidade de articulação e colaboração

✍empatia

✍análise de currículo do proponente ou coletivo

“Estou feliz porque é um movimento de abertura para a cultura e a arte, no momento que muitos espaços em Olinda e Recife estão fechados. É como se a Casa Azul estivesse ganhando um formato mais amplo e interessante, com a participação de outras pessoas”, explica Samarone.

Sebo no centro de Casa Amarela tem mais de dois mil livros à venda

As inscrições serão realizadas de 23 de maio a 06 de junho de 2018 e o período de realização das atividades se iniciará na primeira quinzena de junho de 2018. As oficinas e vivências selecionadas acontecerão no Sebo Casa Azul e entorno, localizado na Rua Treze de Maio, 121, Olinda, ao lado da antiga A Casa do Cachorro Preto.

✉ Link para a chamada: http://bit.ly/convocatoriazul

✉Link para inscrição: http://bit.ly/acasazulconvida