O Xinxim da Baiana nunca foi apenas um bar. Espaço cultural de resistência, a notícia do encerramento das suas atividades deixou toda a comunidade olindense, assim como os demais simpatizantes do espaço, de coração partido.

Mas conforme prometeu Silvana Nascimento (fundadora do espaço cultural) em sua conta pessoal no Facebook: “Um ciclo se fecha para outros poderem se iniciar. Gratidão, gratidão para cada um que encheu ali de alegria e esperança”.

Cultura de resistência: O Xinxim não fechou, ele vai se transformar

De fato: a esperança de se reinventar vem carregada de alegria e entusiasmo. O espaço toma novo fôlego passando a funcionar com uma nova administração. Apesar dos novos ares, o número 742 da Avenida Sigismundo Gonçalves continua sob os cuidados de mãos e corações genuinamente olindenses.

A estreia já começa nesta sexta-feira (11/05), às 22h, com a festa Rabeca no Xinxim, que vai trazer o forró rabecado de Dinda Salú e Murilo Silva. No sábado acontece o tradicional afoxé.

O espaço vai tomando nova forma aos poucos e reabre com um toque de improviso, mas a cerveja gelada e a simpatia no balcão é garantida: vai todo mundo se sentir em casa. O menu mantém as baianidades do xinxim como o tradicional acarajé, mas novas opções prometem rechear ainda mais o cardápio.

Xinxim da Baiana (Nova fase)
?Avenida Sigismundo Gonçalves, 742, Carmo/Olinda
⏰ 22h
? Sexta, 11 de maio
Acesso gratuito