“Nessa época a Lua nasce justamente nessa direção”, disse um frequentador do Marola Bar e Restaurante que preferiu não se identificar. A reclamação dele é legítima, pois uma escavadeira está abandonada na Travessa Dantas Barreto (Carmo) e tem atrapalhado parte da privilegiada vista do local.

Tudo começou com uma simples obra de contenção do avanço da maré, a escavadeira estava sendo utilizada para deslocar blocos de pedras para servir como quebra-mar e proteção contra a erosão provocada pelas ondas. Acontece que a máquina sempre foi problemática, pois segundo informações coletadas no local a escavadeira quebrava constantemente.

Um contrato rompido no meio das obras com a G3 terraplenagem, empresa responsável pela escavadeira, parece ter sido o estopim para o abandono da máquina. “O motor da máquina bateu e eu não tive mais dinheiro para tirar de lá, fiquei sem condições”, explica por telefone Gláuber, proprietário da escavadeira.

Segundo Itamis Tenório, moradora do local e frequentadora do estabelecimento, a máquina tem deixado o local muito inseguro para a vizinhança, já que tem servido como esconderijo para ladrões, ponto para uso de drogas ilícitas e também “motel”.

Moradores já denunciaram na Prefeitura e até agora nada. Foto: Rodrigo Édipo/PorAqui

O espírito praiano e maloqueiro do olindense já aderiu o maquinário na paisagem urbana, em uma rápida visita ao local deu pra ver algumas crianças adotando a sucata como base para as suas brincadeiras, apesar do alto risco decorrente das peças enferrujadas. Já alguns pescadores têm utilizado a máquina como mesa de bar.

Alguns moradores pensaram até em transformar a escavadeir em uma árvore de Natal, já um dos frequentadores do Marola visualizou um mutirão de grafite e restauro da máquina.

Compromisso

Perguntado se existe alguma previsão para a remoção da máquina, o proprietário Gláuber prometeu que no próximo sábado, 03 de março de 2018, o trator será retirado do local.