Para além das rotas clássicas das praias no verão pernambucano, como Porto de Galinhas e Maracaípe, Pedra do Xaréu, no Cabo de Santo Agostinho, se apresenta como uma alternativa para o turismo litorâneo mais acessível. Situada numa distância de 14 km do bairro de Candeias, a água morna e a praia de areia branca ambientadas num cenário rústico e quase paradisíaco vêm conquistando a atenção dos moradores do Recife e Jaboatão dos Guararapes.

Versátil, a praia é basicamente dividida em duas áreas com diferentes direcionamentos. De um lado, os corais e pedras de rochas vulcânicas, que dão nome à praia, formam uma série de piscinas naturais de águas claras próprias para o banho e ideal para crianças. Essa é a parte que também agrega um grande número de bares com opções de frutos do mar, crustáceos, caldinhos e todos os petiscos praieiros.

Piscinas naturai e águas mornas protegidas pelos corais | Foto: André Soares/PorAqui

Entre os mais conhecidos, o Bar e Pousada Pedra Preta, de Daniel, uma das figuras mais carismáticas da região, convida a apreciar a vista panorâmica do local nas mesas e cadeiras de madeira construídas em cima do ponto mais alto da baía.

Do lado oposto, o Recanto do Domingos, desde 2003, funciona no local. Caldinhos de peixe, aratu, feijão, marisco, camarão, polvo e lagosta. Todos por até, no máximo, R$ 6. A porção de agulhas fritas, daquelas que você come sem precisar se preocupar com as espinhas, custa R$ 18. Uma quantidade de macaxeira frita para duas pessoas custa R$ 10.

Porção de agulhas fritas em média R$ 18 | Foto: André Soares/PorAqui

Um pouco mais ao Sul, uma área sem bares e de mar aberto convida os banhistas para a prática de “pegar jacaré”. Um costume dos moradores do litoral pernambucano que consiste em “entrar de peito” numa onda para simular o surfe, mas sem prancha.

Área sem comércio. Ideal para pegar aquele jacaré nas ondas de Xaréu | Foto: André Soares/PorAqui

Surfe

A praia também é conhecida pelos surfistas como Pedra Preta. A formação geográfica com fundo de pedras apresenta ondas perfeitas. “Xaréu é muito bom pra surfar. Tem uma “direita” ótima, mas somente nas épocas de maré seca e de swell, fenômeno de ondulações oceânicas causadas por tempestades em alto mar”, explica Danilo Spíndola, redator e proprietário do site Alone Surf.

Como Chegar:

Pedra do Xaréu é localizada entre as praias de Itapuama e Enseada dos Corais. No sentido Sul, depois de sair do pedágio da praia do Paiva, é necessário fazer o primeiro retorno após passar o Mirante de Itapuama e seguir a sinalização. Não estranhem ao encontrar placas pelo caminho com o texto “Vende-se Tabu”. É o nome utilizado para os populares sacolés e dudus comercializados no local.