Uma das grandes riquezas de um povo é o seu patrimônio cultural. Seja ele material ou imaterial, traz em seus genes a história de uma sociedade. O grande desafio dos tempos de hoje – de progresso “predatório” – é preservar esse patrimônio, o que significa também preservar a identidade original de um povo.

Abrindo espaço para a reflexão e diálogo sobre questões voltadas às políticas de preservação, começou, nesta segunda (13), a 11ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco, promovida pelo Governo do Estado, através da sua Secretaria da Cultural (Secult-PE) e Fundarpe.

Mesas redondas e debates serão realizados (Foto: Costa Neto/Secult)

O evento, que vai até esta sexta (17), traz como tema “Gestão Compartilhada: perspectivas e desafios”. Serão seminários, mesas redondas, visitas mediadas a obras de restauro e conservação, exposições, workshops, jogos didáticos.

Você acessa AQUI a programação completa da 11ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco.

A programação – totalmente gratuita – vai além do Recife e chega a outros 16 municípios pernambucanos: Abreu e Lima, Belém do São Francisco, Brejo da Madre de Deus, Garanhuns, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Caruaru, Floresta, Glória do Goitá, Gravatá, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Tamandaré e Vicência.

Paço do Frevo também abrigará programação (Foto: Flickr/Fundarpe)

“A programação da 11ª Semana do Patrimônio Cultural se consolida como um canal de debates, interdisciplinar e interinstitucional sobre as mais diversas temáticas julgadas essenciais para a compreensão das formas de constituição, valorização, reconhecimento e preservação dos patrimônios culturais do Estado”, diz Renata Echeverria, coordenadora da Semana.

A abertura, na tarde desta segunda (13), no Teatro Arraial Ariano Suassuna, contou com a participação do brincante Antonio Nóbrega, com uma palestra sobre os desafios da cultura popular, e do mestre Chocho, Patrimônio Vivo de Pernambuco, que recebeu os convidados ao som do choro.

Antonio Nóbrega participou da abertura (Foto: Reprodução/Facebook)

O encerramento será na sexta (17), Dia Nacional do Patrimônio Histórico. No Teatro de Santa Isabel, a partir das 9h, haverá a entrega do 3º Prêmio Ayrton Almeida de Carvalho (que, este ano, tem, entre os contemplados, o colaborador do PorAqui, o canal Mexe com Tudo).

Também ocorrerá a diplomação dos novos seis patrimônios vivos do Estado: Gonzaga de Garanhuns (Reisado), Mestre Zé de Bibi (Cavalo Marinho) , Cavalo Marinho Estrela de Ouro (Cavalho Marinho), Cristina Andrade (Ciranda, Pastoril, Urso), Banda Musical Saboeira (Filarmônica) e Casa de Xambá (organização religiosa).

11ª Semana do Patrimônio Cultural de Pernambuco
? 13 a 17 de agosto
? Recife, Abreu e Lima, Belém do São Francisco, Brejo da Madre de Deus, Garanhuns, Cabo de Santo Agostinho, Camaragibe, Caruaru, Floresta, Glória do Goitá, Gravatá, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Tamandaré e Vicência
? Confira AQUI A programação completa
? Gratuito