Ele foi chegando aos pouquinhos. De Altinho para Caruaru. Lá, soltou a voz, que ecoou país afora em dois álbuns, que começam a lhe projetar nacionalmente. Recentemente, marcou presença no palco Sunset do Rock’n’Rio, ao lado de Liniker e Johnny Hooker. Almério é uma voz que arrebata, inflama por dentro.

O cantor e ator chega ao Recife para apresentar o espetáculo Desempena, seu segundo álbum, na Caixa Cultural Recife, no Bairro do Recife. As apresentações serão na quinta (30) e sexta (1º), às 20h, e no sábado (2), às 17h e às 20h.

Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia) e estão à venda, exclusivamente na bilheteria do espaço, que abre às 10h.

Segundo disco de Almério, Desempena tem produção do polivalente Juliano Holanda e foi viabilizado através do Natura Musical. A produção marca um processo de maturação da poética do artista, cuja voz traz ainda mais presença, força e versa sobre temas como relações afetivas, desamor, convenções sociais e outras questões urgentes à humanidade.

“Falo das coisas que me incomodam. As pessoas desenfreadas atravessando corredores de estímulos, entre tragédias demais, mentiras demais, truques demais e fazendo com que a gente fique nessa espiral do automático que há no mundo, que há no nosso país”, comenta Almério.

Serão quatro apresentações. Em cada uma delas, Almério receberá um convidado: Martins (30/11), Helton Moura (01/12), Gabi da Pele Preta (02/12 – 17h) e Isabela Moraes (02/12 – 20h).

Em palco, Almério estará acompanhado dos músicos Ana Paula Silva (percussão), Marconiel Rocha (percuteria), Philipe Moreira Sales (flauta e pífanos), Eduardo Slap (baixo) e Guilherme Eiras (violão).

O show Desempena tem direção artística assinada por André Brasileiro, textos de Newton Moreno e iluminação por Jathilers Miranda.

Almério apresenta Desempena
Quinta (30) e sexta (1º), às 20h
Sábado (2), às 17h e às 20h
Caixa Cultural Recife | Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
À venda na bilheteria da Caixa Cultural