A comunidade do Pilar, no Bairro do Recife, ganhou um olhar especial de um grupo de quatro estudantes universitários, que participaram do programa Summer Job, numa parceria entre o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife – CESAR e o Oi Futuro.

Durante seis semanas, os alunos, de áreas distintas – Engenharia Civil, Engenharia Energética, Ciências da Computação e Publicidade e Propaganda – mergulharam na realidade do lugar, que é atingido por baixos índices de desenvolvimento, extrema pobreza e precariedade. O resultado foi a criação de uma plataforma digital que estimula a inclusão social de crianças e jovens.

“Os alunos tiveram o desafio de pensar soluções para o Pilar, uma comunidade que, fisicamente, está inserida num polo tecnológico, que é o Porto Digital, mas que, ao mesmo tempo, é também marginalizada, desassistida”, diz a gerente de negócios do CESAR, Paula Marques, que foi mentora dos alunos.

(Foto: CESAR)

Quem intermediou o processo foi a ONG Plano B, que já atua na comunidade. Nas visitas, os alunos identificaram lá algumas problemáticas: falta de união entre os moradores, falta de visibilidade em relação à região onde está inserida, poluição agravada pela concentração de animais, ausência de um líder ou associação comunitária e a forte cultura assistencialista disseminada lá dentro.

O desafio, então, seria resgatar a auto-estima e desenvolver o senso-comunitário no Pilar. Foi criado o projeto PASSO. Um totem digital, com quizzes e conteúdo gamificados (games), voltado em especial para as crianças e jovens, que foca especialmente em dois pontos: educação e inclusão social.

(Foto: CESAR)

“A criança e o jovem começou a se sentir estimulado, não só absorvendo aquele conteúdo, mas também porque ele ia pontuando”, conta Paula. Essa pontuação, conta ela, podia dar direito ao acesso a eventos de cultura e lazer, como jogos de futebol e cinema, por exemplo.

Segundo Paula, o totem desenvolvido com o projeto PASSO foi um protótipo, que poderá ser desenvolvido de forma a atender não somente o Pilar, mas outras comunidades. “A maior invocação desse projeto foi a forma como eles buscaram engajar o público da comunidade para que eles possam ter acesso a um conteúdo que possa despertá-los para uma realidade diferente do que eles têm no dia a dia”.

Summer Job

O projeto PASSO foi desenvolvido durante o programa Summer Job, uma iniciativa do CESAR, que tem o objetivo de desenvolver jovens talentos, possibilitando a eles experiências reais para o desenvolvimento de soluções criativas e inovadoras.

O Summer Job acontece desde 2010, no período de férias escolares. São selecionados 32 alunos, divididos em grupos. São quatro alunos por grupo. Durante seis semanas, eles recebem aprendizado teórico e participam de atividades práticas.

Com a ajuda de tutores, eles são desafiados a desenvolverem protótipos e provas de conceito para a solução de problemas reais, propostos por empresas patrocinadoras.