Dia desses eu e duas amigas fizemos uma peregrinação pelo Recife Antigo em busca de um local com comidinhas veganas. Só quem segue a dieta que não permite nenhum componente animal sabe como é (quase) impossível encontrar lugares que tenham algo além de uma salada com azeite. Nesse dia não encontramos um local e fomos parar na Veganu, no bairro da Madalena, bem longe de onde estávamos.

Quando dei uma segunda chance à caça vegana no Recife Antigo e cheguei no Café Lumiére a convite de outra amiga, fiquei encantada com o cardápio do local. Raquel Santa Rosa, amiga que me acompanhou, é vegana há anos e conhecia o café por ser famosinho no Instagram e no grupo do Facebook de Veganos e Vegetarianos do Recife.

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Localizado no Centro do Recife, bem pertinho do Parque Treze de Maio, o café é especializado em comidinhas vegetarianas, mas também tem opções veganas. Nada no cardápio leva carne, as proteínas são os derivados de leite e ovos.

O Lumière foi aberto há pouco mais de 8 meses e o cardápio foi desenvolvido pensando em uma alimentação saudável e cheia de produtos orgânicos. O leite vegano de amêndoas, utilizado em algumas receitas, é feito no próprio café.

No cardápio, há opções de cafés filtrados (o tradicional Hario V60, aeropress, prensa francesa e clever), cafés espresso e cafés com leite. Nessa última sessão, há o cappuccino vegano: espresso com leite de amêndoas vaporizado (R$ 9).

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Minha pedida foi o mocha de doce de leite (R$ 9), sempre meu preferido pelos cafés do Recife. Gostei, mas achei meio gelado. Mocha tem dessas: o leite e o doce de leite dão uma esfriada no café, então se você demora um pouquinho para tomá-lo, esfria rapidinho.

Já em relação às comidinhas, tenho um total de zero reclamações. Adorei mesmo. O sanduíche Amelie Poulain (outro amor são os nomes dos pratos) é feito com creme de gorgonzola, geleia de pimenta e rúcula (R$ 14) e estava uma delícia. Minha amiga pediu o Thelma e Louise, sanduíche de queijo de castanha, tomate confit e pesto de manjericão (R$ 14).

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Outra coisa bem legal do Lumière é que elas promovem um clube do livro alguns dias do mês. Pra saber quando são as reuniões, é só ficar ligado no Instagram das meninas que comandam o local e preparam as comidinhas.

Quanto à decoração, tudo é do jeitinho que eu gosto: bem cuidado, com cara de lugar que tem a alma de quem faz, sabe? As cores azul e vermelho dão o charme no ambiente que é bem pequenininho e conta com 3 mesinhas na área interna, um balcão e espaço para algumas mesas na área externa.

No dia que fui, o movimento da rua estava tranquilo e foi fácil estacionar. Se for de bike, tem lugar para prendê-la também. Outra coisa bacana é a localização: na Rua da União, perto do Espaço Pasárgada, do MAMAM e do Cinema São Luiz.

Foto: Suzana Souza/PorAqui

O que eu mais gostei: As opções vegetarianas e veganas do cardápio. É muito legal um ambiente que se preocupe com dietas especiais assim.

O que eu menos gostei: Nenhum doce me chamou atenção. E olha que pra uma formiguinha que nem eu não comer um doce num café é milagre.

⭐ Recomendo: ⭐⭐⭐⭐⭐

Café Lumière
? Rua da União, 563
⏰ Segunda a Sexta, das 10h às 19h
☎ (81) 3132-5932

Por Suzana Souza do Café na Cidade 

Suzana é estudante de jornalismo pela UFPE e estagiária do PorAqui. Moradora de Setúbal (quase) sua vida toda, Suzana não nasceu no Recife, mas é 100% pernambucana. Tem uma estante de livros dividida por cores em um quarto amontoado de coisa e sonha em um dia, bem lá na frente, ser dona de um cafezinho no Centro do Recife. É também mãe de uma gatinea chamada Mila e uma catiorinea chamada Sofia. Ah! Suzana também é doida por comidinhas (taurina, né?), lugares bonitinhos e por falar tudo no diminutivo.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.