No “corre corre” do centro da cidade, às vezes só dá tempo de fazer um lanche rápido. Mas não basta só ser rápido, tem que ser saboroso também. Há 43 anos, o Cascatinha Lanches, na Boa Vista, vem conjugando as duas coisas e fisgando clientes pela boca. Muitos comem lá há décadas, apaixonados confessos, com os “quatro pneus arriados” pelas suas delícias.

O precinho pra matar a fome é tão “delicioso” quanto o que se come: na dupla imbatível cachorro-quente + caldo de cana, você paga somente R$ 4 (caldo de cana 200 ml) ou R$ 5 (caldo de cana 400 ml).

O “combo” cachorro quente + caldo de cana é o carro-chefe do Cascatinha Lanches (Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

Até existem outras opções lá, como coxinhas, hambúrgueres, pizzas, tortas, mas o carro-chefe mesmo é o cachorro-quente e o caldo de cana (ou refresco). O movimento não para um minuto sequer, tamanha a clientela que vem em busca do combo que é tradição há tanto tempo.

Pão + salsicha + soja + verduras (coentro, cebolinha e tomate). Tudo simples, mas certeiro. Há segredo na receita? “É normal! Nesse tempo todinho, já tivemos umas 10 cozinheiras, mas o sabor a gente tenta manter sempre o mesmo. Tanto os produtos quanto o tempero”, diz Fernando Queiroz, 67 anos, proprietário do Cascatinha.

“Já houve pessoas que vieram de outros estados do Brasil por indicação de clientes nossos somente pra conhecer o cachorro-quente”, diz Fernando. “É muito gratificante! Eu me sinto premiado por isso, de ver a felicidade das pessoas em chegar aqui e conhecer nosso lanche e manter essa tradição”.

(Foto: Leonardo Vila Nova/PorAqui)

Clientela fiel

Durante a conversa com Fernando, houve quem não se fizesse de rogado pra endossar sua paixão pelo lanche de lá.

“O cachorro-quente daqui é excelente!”, atestou o comerciante André Diego, 35 anos, que disse frequentar Cascatinha desde os dois (que memória!). “Eu e minha irmã estudávamos no Marista. Minha vó vinha pegar a gente, e TODOS OS DIAS, depois do colégio, a gente passava aqui”, conta André. “Se não passava, tinha confusão”, brinca.

Outro viciado no sabor do lanche de Cascatinha o servidor público Marcelo Almeida. “Isso aqui deveria ser tombado patrimônio do Recife! Há mais de 30 anos eu venho direto aqui”, fala. “Eu tava lá do outro lado da cidade. Vim aqui só pra comer o cachorro-quente. É parada obrigatória sempre que estou pelo centro”.

CURIOSIDADE: e o nome “Cascatinha”?

Segundo Fernando, o estabelecimento já abriu suas portas com esse nome. A inspiração veio de um equipamento para extrair caldo de cana, que havia no estabelecimento. “A gente tinha uma peça, uma serpentina com uma camada de gelo, por onde o caldo escorria, em forma de cascata, e já descia gelado no copo”, lembra.

Cascatinha Lanches
Rua Sete de Setembro, 365 – Boa Vista
Segunda à sexta, das 7h às 20h
Sábado, 7h às 17h
Telefone: (081) 3077-9084

Pizza da Padaria Imperatriz é patrimônio afetivo do Centro do Recife