Desta quarta (13) até a próxima sexta (15), Recife será a catalisadora da cultura e da arte produzida em todo o Nordeste, que estará no centro do debate. É o projeto Territórios da Arte, que chega ao Centro Cultural dos Correios, no Bairro do Recife, com a proposta de criar uma cartografia colaborativa da região, numa intersecção de arte, memórias, vínculos sociais e afetivos.

Territórios da Arte é um projeto que celebra a parceria entre a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Fundação Nacional das Artes – Funarte. Vem seguindo em itinerância pelo País, a fim de mapear culturalmente territórios distintos, baseados em seus cenários artísticos e culturais, traçando um panorama amplo e coletivo do Brasil e, também, discutindo suas dinâmicas no cenário contemporâneo.

Recife é a representante da região Nordeste nesta etapa do Territórios da Arte, que já passou por Cuiabá (MT)/Centro-Oeste, Florianópolis (SC)/Sul, e Belém (PA)/Norte. Após o Recife, a última parada é no Rio de Janeiro (RJ), representando a região Sudeste e envolvendo os participantes de todas as regiões do País.

Artistas de vários segmentos foram convidados para discutir e contribuir com suas visões para construir esse mapeamento coletivo. As rodas de conversas que abarcarão a programação, são divididas em quatro eixos: 1) experiências colaborativas em artes; 2) direitos culturais; 3) guardiões de memória e políticas de salvaguarda; 4) arte de viver e viver da arte.

Serão discutidos, entre outros assuntos, de que forma artistas e coletivos são decisivos na reconfiguração da cena artístico-cultural de seus territórios; a memória a partir da preservação da visão de pessoas e dos seus acervos; e o grande desafio que é para artistas e fazedores de cultura manterem-se de pé seguindo esse ofício, apesar dos contextos adversos. A programação pode ser conferida no site da Funarte.

Para participar do Territórios da Arte, basta se inscrever, gratuitamente, na página do Facebook ou na hora. Aos participantes, será conferido certificado.