Nesta semana, alcançamos a marca de 200 dias para o Carnaval 2019. Logo mais, as prévias estarão a todo vapor e o frevo vai comer no centro! Mas tempo de frevo não é só no carnaval. Pelo menos, não para o pessoal do Frevo 70, que se apresenta neste sábado (18), a partir das 18h, no Paço do Frevo, Recife Antigo. A entrada custa R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia).

Mônica Feijó (voz e kazoo), Publius (voz, guitarra e bandolim) e Juvenil Silva (voz e contrabaixo) são os três nomes à frente do Frevo 70, junto com Bruno Lopes (violão) e Gilvandro R (bateria). Juntos, eles resgatam o frevo produzido por artistas diversos nos anos 1970.

“Frevo é liberdade! E o frevo feito nos anos 70 tem muito essa coisa do ‘desbunde’ da época, algumas coisas tinham uma pegada mais rock”, diz Publius. “Mas é um repertório que pouca gente conhece, não costuma se tocar no carnaval”, continua.

Músicas de Jorge Mautner, Caetano Veloso, Ednardo, Marco Polo (Ave Sangria), Sérgio Sampaio, Gilberto Gil, Novos Baianos entram no balaio de frevos turbinados que o quinteto apresenta no show.

Outros carnavais

O Frevo 70 foi criado, inicialmente, para se apresentar na programação do Carnaval do Recife neste ano, em show no Polo da Várzea. Mas o desejo de manter vivo o projeto foi além dos quatro dias momescos. “Por que só tocar frevo no carnaval? Então, a gente pensou em retomar isso e fazer mais shows”, destaca Mônica.

Não é a primeira vez que a cantora incursiona pelo frevo. Em 2015, ela integrou o projeto Frevo para Ouvir Deitado, uma imersão num lado mais “soft” do frevo, que sairá em CD logo em breve, com incentivo do Funcultura para a finalização do disco.

Uma influência nítida no trabalho do Frevo 70 foi a sacudida de renovação que o compositor e produtor Carlos Fernando deu no frevo, com o projeto Asas da América, entre os anos 1970 e 1990, onde trouxe novas composições e jovens artistas para imprimir o sabor de inesgotável novidade que o frevo sempre foi.

Show do Frevo 70
? Sábado (18), às 16h
? Paço do Frevo | Praça do Arsenal da Marinha, s/n – Bairro do Recife
? R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia entrada)