A capoeira nasceu nas ruas e é nas ruas que ela melhor se exercita, se adapta, se comunica com quem vê e sente o seu bailado. O projeto Ginga Recife nasceu com este intuito: reunir, todos os sábados, no Boulevard Rio Branco, no Recife Antigo, capoeiristas e interessados no misto de dança, jogo e luta.

A partir das 15h, começa o movimento. Com seus trajes brancos, seus movimentos coreografados, mas, ao mesmo tempo, surpreendentes, os capoeiristas se reúnem semanalmente para praticar esta arte secular, legados dos negros africanos.

Ginga Recife é um projeto da Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer do Recife, em parceria com a Associação Meia Lua Inteira e Angoleiros do Sertão, dois importantes grupos de capoeira. A primeira edição aconteceu no dia 5 de maio.

(Foto: Aldemir Marques/PCR)

“A ideia é fortalecer a cultura da capoeira na cidade, trazê-la para o Boulevard Rio Branco, fazendo disso um encontro cultural, mas também o fortalecimento da capoeira como atrativo turístico”, diz Leilane Alcântara, gestora de Projetos Especiais de Esporte da Secretaria de Turismo.

Duas “escolas” de capoeira são representadas. A capoeira de Angola, que é a mais tradicional, com um toque mais lento. E a capoeira Regional, criada na década de 1930, que é mais rápida. A cada semana, uma é a protagonista e conduz o encontro.

“Eu acho que é algo muito importante pra nós, capoeiristas, ter um espaço como esse pra gente se apresentar. Não deixar a capoeira ser esquecida e mostrar o quanto ela tem adeptos”, diz Mestre Mula, da Associação Meia Lua Inteira.

(Foto: Aldemir Marques/PCR)

Nos encontros, acontecem oficinas de capoeira com o grupo da semana e as rodas podem ser formadas por quem quiser participar. “Inclusive, eu sempre peço que as pessoas venham com as roupas do seu grupo, pra gente mostrar a quantidade enorme de grupos de capoeira que temos no Recife”, diz Mestre Mula.

“A capoeira nasceu na rua e esse é o lugar dela. A gente espera que esse projeto consiga dar mais visibilidade pros grupos, mas também trazer mais gente pra conhecer a capoeira”, diz o contramestre Baygon, do Angoleiros do Sertão.

Ginga Recife
? Todos os sábados, das 15h às 18h
? Boulevard Rio Branco – Bairro do Recife
? Aberto ao público