Na língua inglesa, a palavra “jam” significa geleia. E como se sabe, geleia é um preparado culinário que pode ser feito de quase tudo e com combinações diversas, bem democrático. Não à toa, o termo começou a ser utilizado em situações de misturas, experimentações (obrigado, Jam Sessions!). De uns tempos pra cá, o termo foi adotado em vários contextos, é um deles é o dos Games.

Uma Game Jam é um encontro (presencial ou virtual) de desenvolvedores e interessados em planejar e criar jogos num curto espaço de tempo, que varia entre 24 a 72h (é comum ter duração de 48h). Neste fim de semana, a sexta (26) e o domingo (28), o Recife será uma das sedes da 10ª Global Game Jam. Parte do ecossistema de games do Porto Digital vai atuar como patrocinadora do evento, que será realizado no Senac.

Como o próprio nome já diz, a Global Game Jam é um dos maiores momentos de desenvolvimento de jogos do mundo e conta com mais de 700 sedes em 95 países. Além do Recife, Pernambuco também marca presença com o Armazém da Criatividade, em Caruaru, que mais uma vez será sede.

Só no ano passado, em Pernambuco, foram realizadas sete Game Jams (cinco no Recife e duas em Caruaru). A expectativa para o evento global é alta. “Participantes de todo o mundo trabalharão em cima de um mesmo tema, que só é revelado no início do evento. É sempre incrível ver como pessoas de diferentes culturas tem uma percepção completamente diferente do mesmo tema. Os resultados costumam ser bem criativos”, pontua Danilo Freire, designer, desenvolvedor de games e coordenador de Jams.

A inscrição é gratuita, sendo necessário ter o mínimo de conhecimento em uma das áreas relacionadas ao desenvolvimento de games, disposição e a cabeça livre para a criatividade. Via de regra, os participantes são programadores, designers de jogos, artistas, entre outros profissionais (e estudantes) de áreas correlatas. Para mais informações e inscrições, acesse: http://seliga.ai/GGJRecife.

Conheça o Oi.exe, que foi lançado numa Game Jam e foi lançado no início do ano

Um bom exemplo de trabalho desenvolvido em Jams é o OI.exe, jogo criado na segunda edição do Portomídia Game Jam por Danilo junto com Antônio Harger Rivero, Filipe Augusto Barbosa, Marconi Madruga e Renato Skhar de forma incidental – todos eram mentores do evento. “Ao longo da Jam nós, mentores, fomos nos empolgando com os participantes produzindo seus games e quando as equipes já estavam mais direcionadas, decidimos fazer o nosso também, perto das duas da manhã, faltando 14 horas para o término do evento”, explica Danilo.

“O OI.exe é considerado um Physics Puzzle Game. Ele possui uma ambientação que brinca com janelas de comando de sistemas operacionais antigos. É bastante acessível, podendo ser jogado gratuitamente por qualquer pessoa que possua um computador”. Os desenvolvedores perceberam o potencial do game e, em poucos meses, resolveram publicar o jogo com o intuito de edir a satisfação do público, coletar opiniões e sugestões para futuros ajustes no OI.exe e em futuros produtos.

Equipe que desenvolveu o OI.exe. Danilo Freire é o da frente, à direita

Para Danilo, essa forma coletiva de produção de games é positiva para a cadeia produtiva local. “A tendência é que cada vez mais pessoas se juntem para formar pequenas equipes, studios e empresas de jogos. A Game Jam é uma grande oportunidade para que pessoas se conheçam e comecem a experimentar juntas. Jogos que saem de um evento como esse já são pequenos protótipos que essas equipes podem transformar em um produto apto para o mercado”, conta Danilo.

OI.exe
Jogar online ou fazer download:
http://seliga.ai/oiexegane

Global Game Jam Recife
De 26 a 28 de janeiro
Senac (Av. João de Barros, 1593 – Espinheiro, Recife)
Inscrições: http://seliga.ai/GGJRecife

Global Game Jam Caruaru
De 26 a 28 de janeiro
Armazém da Criatividade – Polo Comercial
Inscrições: http://seliga.ai/GGJCaruaru