Em época de Carnaval, o Café na Cidade é temático e sobre um dos meus cafés favoritos de todos os tempos: o Malakoff Café do Paço do Frevo, localizado na Praça do Arsenal, no Bairro do Recife. Ou seja, talvez esse post seja bem sentimental e feliz. Hehe. ☕

Lembro a primeira vez que fui  ao café e ao museu. É daqueles sentimentos que ficam pra sempre: o encantamento com a cultura pernambucana, o amor pelo Bairro do Recife e a sensação de estar num cafezinho no meio disso tudo.

Foto: Suzana Souza/PorAqui

O nome do café faz alusão à histórica Torre Malakoff, que funcionava como portão de entrada do Arsenal da Marinha. Inclusive, sabia que aos domingos rola um observatório astronômico gratuito na torre? Dá pra fazer um tour cultural bem legal pelo Recife Antigo. Se eu puder dar um conselho é: vá ao Paço do Frevo numa tarde, depois tome um cafezinho e à noitinha passe na torre para observar as estrelas. ⭐

Outra coisa massa é que às sextas rola a Hora do Frevo, no horário de almoço. Toda semana uma banda ou artista diferente se apresenta, trazendo composições próprias e releituras dos clássicos do frevo. É uma oportunidade de assistir a um pocket show gratuito e ainda tomar um cafézinho pós-almoço.

Foto: Suzana Souza/PorAqui

Agora falando dos comes e bebes, no cardápio há mais de 15 métodos de preparo de café, que vão dos clássicos frenchpress (R$ 8) e aeropress (R$8,90), até os mais diferentões como o ibrik (R$ 10,90) e o hario cafeor (R$ 8). Se você é leigo no assunto dos mil e um tipos de preparo de cafés, os atendentes são bem solicitos pra te explicar como funcionam e quais os aromas e sabores de cada método.

Outro charme são os cafés especiais que levam nomes de locais turísticos do Recife. O Cais do Apolo (R$ 14,90), o Rua da Moeda (R$ 13,90) e o Rua do Bom Jesus (R$ 16,90) são alguns exemplos dos cafés que levam sorvete, calda e um espresso maroto.

Já em relação às comidinhas, o cardápio é repleto de opções regionais como cuzcuz (de R$ 8,90 a R$ 15,90) e escondidinho de charque (R$16,90). Minha sobremesa preferida é a cartola sertaneja (R$ 14,90), que tem uma porção bem grandinha e dá pra dividir (a não ser que você seja que nem eu, gulosa). A tapioca (de R$ 4,50 a R$ 13,90) também é bem gostosinha e tem 15 opções de sabores.

O Malakoff serve ainda almoço, com opções de salada, wrap, risoto e massas. Eu particularmente não curto muito as refeições, prefiro os lanches e cafés.

Além da unidade do Paço do Frevo, o Malakoff também funciona no Prado (Av. Abdias de Carvalho, 1142) e esta semana foi inaugurada a unidade da Jaqueira (Rua Xavier Marques, 237). A decoração dos três locais segue a mesma vibe ecológica, sempre com materiais reciclados. O cardápio também é o mesmo.

Foto: Suzana Souza/PorAqui

O que eu mais gostei: eu AMO os cafés gelados de lá. O de paçoca então, pra mim, junta o melhor dos dois mundos hehe.

O que eu menos gostei: Confesso que as opções de almoço não me enchem muito os olhos. E também acho que faltam opções de comidinhas para pessoas com restrições alimentares.

⭐ Recomendo:⭐⭐⭐⭐⭐

? Malakoff Café
? Praça do Arsenal da Marinha, s.n., Paço do Frevo
 (081) 3128-0113
⏰ Terça a sexta, das 9h às 17h | Sábado e domingo, das 14h às 18h
@malakoffcafe

Por Suzana Souza do Café na Cidade

Suzana é estudante de jornalismo pela UFPE e estagiária do PorAqui. Moradora de Setúbal (quase) sua vida toda, Suzana não nasceu no Recife, mas é 100% pernambucana. Tem uma estante de livros dividida por cores em um quarto amontoado de coisa e sonha em um dia, bem lá na frente, ser dona de um cafezinho no Centro do Recife. É também mãe de uma gatinea chamada Mila e uma catiorinea chamada Sofia. Ah! Suzana também é doida por comidinhas (taurina, né?), lugares bonitinhos e por falar tudo no diminutivo.

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.