Poucos sabem, mas a música romântica, em sua concepção clássica, remonta a um estilo erudito surgido entre o final do século XVIII e início do século XIX, na Europa.

Dois grandes nomes desse momento artístico universal – Mendelssohn e Brahms – serão o fio condutor do concerto que a Orquestra Sinfônica do Recife (OSR) apresenta, nesta quarta (18), no Teatro de Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio. A entrada é gratuita, com retirada dos ingressos a partir das 19h, na bilheteria do teatro

Este será o oitavo concerto da temporada de 2017 da Orquestra Sinfônica. Para abrir a noite, Sonhos de uma Noite de Verão, composição do alemão Felix Mendelssohn, baseada na obra homônima do dramaturgo inglês William Shakespeare.

(Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR)

A abertura da peça, Opus 21, foi escrita por Mendelssohn entre julho e agosto de 1826. Segundo o regente da OSR, maestro Marlos Nobre, “uma peça com uma leveza de caráter e uma escritura orquestral absolutamente deslumbrante”.

Na sequência, a OSR executará a Sinfonia nº 4 de Johannes Brahms, que vem sendo homenageado pela Orquestra em todos os concertos desde julho.

Bramhs compôs os quatro movimentos da sinfonia num intervalo de tempo entre dois verões: o de 1884 e o de 1885, inspirado em passagens da sua vida. Na verdade, é com esta obra que ele se despede da forma sinfonia de composição.

“Esta é a sua última obra no gênero, com uma construção imponente e suntuosa, baseada na antiga forma da Chacon. Sem dúvidas, a quarta Sinfonia de Brahms é uma obra de arte monumentais imperecível e impressionante”, destaca Marlos Nobre.

SERVIÇO
Oitavo Concerto Oficial da Orquestra Sinfônica do Recife
Quarta-feira (18), às 20h
Teatro de Santa Isabel | Praça da República, s/n – Santo Antônio
Entrada franca
Informações: (081) 3355-3322