Segundo dados do relatório do Global E-waste Monitor, o Brasil é o segundo país das Américas a produzir lixo eletrônico, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. Em 2016, o País produziu 1,5 milhão de toneladas.

O descarte incorreto de resíduos eletrônicos provoca danos ao meio ambiente, que vão se acumulando ao longo do tempo. Com o acelerado avanço das tecnologias e da sua capacidade de produção e obsolescência, cresce consideravelmente o volume de lixo eletrônico – o mundo já chegou à marca de 40 milhões de toneladas anuais.

Para ajudar a reverter esse processo, o Centro Sabiá, em parceria com os Trapeiros de Emaús, promove a campanha “Você Muda com Mudas – Troque seu lixo eletrônico por uma muda e se conecte a natureza”, que acontece no próximo dia 25, a partir das 8h, no Pátio de São Pedro, Centro do Recife.

LEIA TAMBÉM:
Como conciliar desenvolvimento econômico e preservação ambiental

Celulares, pilhas, baterias, aparelhos de TV, controles remotos, computadores e seus acessórios podem ser trocados (Foto: Agência Brasil)

Em troca do lixo eletrônico, serão entregues mudas de ervas medicinais, ornamentais, temperos ou até frutíferas arbustivas. As mudas são produzidas por famílias agricultoras das três regiões do estado – Mata, Agreste e Sertão – assessoradas pelo Centro Sabiá.

Os equipamentos serão recolhidos pelos Trapeiros de Emaús, que terão a missão de dar um novo uso ao que seria descartado.

Serão entregues ervas medicinais, ornamentais, temperos ou até frutíferas arbustivas (Foto: Agência Brasil)

Ocupe Campo & Cidade

A campanha de troca de lixo eletrônico por mudas faz parte da ação “Ocupe Campo & Cidade – Não quero mais a fome no meu País!”, em comemoração aos 25 anos do Centro Sabiá, com um dia inteiro de atividades.

A programação prevê exposição de alimentos agroecológicos, exposição fotográfica, rodas de conversa, intervenções artístico-culturais e um show, à noite (a confirmar). Toda programação é gratuita e aberta ao público.

CENTRO SABIÁ – É uma organização que há 25 anos atua em Pernambuco, na promoção da agroecologia e da agricultura familiar, fomentando iniciativas de implantação de Sistemas Agroflorestais, acesso à água no Semiárido, segurança alimentar e na promoção dos direitos da população rural, em especial as juventudes e mulheres.

TRAPEIRO DE EMAÚS – Os Trapeiros de Emaús testam os equipamentos recebidos e consertam ou os desmontam e vão utilizando as peças em outros equipamentos num processo de dar um novo uso aquele material. E com isso realizam um bazar duas vezes na semana em sua sede que fica no bairro de Dois Unidos. Os Trapeiros de Emaús também oferece cursos gratuitos e que estão com inscrições abertas até o próximo dia 03 de agosto.

Campanha “Você Muda com Mudas – Troque seu lixo eletrônico por uma muda e se conecte a natureza”
? 25 de julho (quarta), das 8h às 17h
? Pátio de São Pedro | Bairro de Santo Antônio
? Aberto ao público