Começa nesta quarta (13) a 20ª edição do Virtuosi – Festival Internacional de Música de Pernambuco, com uma extensa programação que aportará no Recife, Olinda e João Pessoa (PB), até o próximo domingo (17). Celebrando esta trajetória, uma espécie de “missão” se reafirma: a paixão pela música.

Paixão que, ao longo de duas décadas, vem presenteando, ano após ano, públicos cada vez maiores com a fina flor da música erudita nacional e mundial – seja ela clássica ou contemporânea.

Concertos, palestras (Virtuosi Diálogos) e até mesmo música para crianças (Virtuosinho) compõem a programação, totalmente gratuita, que terá importantes nomes com intensa atuação no Brasil e em várias partes do mundo.

A abertura será no Convento de São Francisco de Olinda, às 19h desta quarta (13), com Rose de Souza (voz) e Raïff Dantas Barreto (cello). Elas executarão obras de Waldemar Henrique, Laiana Oliveira e Babí de Oliveira, celebrando a modinha brasileira. Na quinta (14), o duo se apresenta no Centro Cultural São Francisco, em João Pessoa (PB).

Rose de Souza e Raïff Dantas abrem o Virtuosi nesta quarta (13), em Olinda (Foto: Divulgação)

De sexta (15) a domingo (17), o Virtuosi ocupará o Teatro de Santa Isabel, no centro do Recife. Lá, serão reverenciadas as obras de compositores como Brahms, Chopin, Vivaldi, Mozart, Astor Piazzola, com solistas de várias partes do mundo. A Orquestra Virtuosi e a Orquestra Jovem de Pernambuco também sobem ao palco do Santa Isabel.

Trajetória

Moradores do bairro de Piedade, a pianista Ana Lúcia Altino (coordenação geral) e o maestro chileno Rafael Garcia (direção artística) são apaixonados pela música do mundo e são os nomes à frente do Virtuosi, que, na sua primeira edição, em 1998, se chamava Festival Internacional de Música de Câmara de Pernambuco.

A vinda de músicos virtuosos em seus instrumentos acabou tornando necessário rebatizar o festival, que passou a se fazer jus à excelência da sua programação, se chamando Virtuosi. Daí para frente, o evento só fez crescer.

Vocacionado para atingir diferenciados públicos, o Virtuosi se tornou vários: Virtuosi Brasil (exclusivamente música brasileira); Virtuosi no FIG; em Gravatá; em Belo Jardim; Virtuosi Século XXI (voltada para a música contemporânea); Virtuosi Sem Fronteiras (música popular e erudita trafegam juntas).

“Juntando tudo isso, o Virtuosi alcança, por ano, um público de 40 mil pessoas, apresenta mais de 400 obras e envolve mais de 100 profissionais da música, que a gente traz todos os anos, dos mais diversos lugares do mundo”, enumera Ana.

Ana Lúcia Altino e Rafael Garcia são os nomes à frente do Virtuosi (Foto: Suzana Souza/PorAqui)

O maestro Rafael Garcia é o responsável pelo aval final ao recorte curatorial do Virtuosi. Mas tudo passa pelas mãos dele, de Ana, e dos dois filhos mais velhos do casal, Rafael e Leonardo, músicos profissionais que moram no exterior.

“Nós temos um network já, da experiência que temos com música durante esses anos, mas, além disso, nossos filhos têm amizades com gente mais jovem, músicos que eles indicam, gente que está em plena atividade”, acrescenta Ana. “Isso acaba dando uma oxigenada ao festival”, completa.

O resultado desse zelo se reflete no público e nos músicos. “As pessoas ficam emocionadas, vem falar com a gente com lágrimas nos olhos. E isso é algo que não se paga, acontece em poucos países do mundo, esse calor humano, com essa intensidade”, diz Rafael. “Muitos dos músicos dizem que querem voltar mais vezes ao Virtuosi”, completa Ana.

Orquestra Jovem de Pernambuco também está na programação do Virtuosi (Foto: Divulgação)

Depois de já ter rompido fronteiras, chegando à Argentina e ao Uruguai; depois de ter subido o morro e chegado ao Alto José do Pinho; de ter ido à Bomba do Hemetério; e, nesta edição, de ter feito uma prévia no Compaz Eduardo Campos, no Alto Santa Terezinha, o Virtuosi reflete uma busca incensante pela valorização da música para todos os públicos.

Para eles, a realização do festival, durante 20 anos ininterruptos, é uma das grandes vitórias do Virtuosi. “Tudo isso é fruto de muito suor e lágrimas”, diz Rafael.”Se não fosse essa paixão pela música, a gente não chegaria até aqui”, enfatiza Ana.

Para as crianças

Este ano, o Virtuosi tem parte da sua programação voltada para o público infantil. O Virtuosinho acontece neste domingo (17), no Museu do Estado de Pernambuco, nas Graças, a partir de 10h da manhã.

Na programação, contação de histórias com Mila Puntel, brincadeiras musicais e musicalização para bebês com a professora Aline Ananias.

Diálogos

Jornalista Irineu Perpétuo promove palestra sobre música erudita nesta quinta (14) e sexta (15), no Portomídia (Foto: Flora Pimentel)

Para quem se interessa em conhecer o universo da música clássica, acontecerá, nesta quinta (14) sexta (15), o VII Virtuosi Diálogos, série de palestras gratuitas sobre concertos e recitais, ministradas pelo jornalista Irineu Franco Perpétuo, especializado em música de concerto e ópera do país.

As talks acontecerão sempre a partir das 10h, no Portomídia, no Bairro do Recife. As inscrições são feitas online.

XX Virtuosi – 20 Anos de Paixão
Quarta (13) a domingo (17)
Convento de São Francisco de Olinda | Rua de São Francisco, s/n –  Carmo/Olinda
Teatro de Santa Isabel | Praça da República, s/n – Bairro do Recife
Portomídia |Rua do Apolo, 181 – Bairro do Recife
Museu do Estado de Pernambuco (MEPE) | Avenida Rui Barbosa, 960 – Graças
Gratuito