Por Thiago Antunes e Gustavo Capucho*

O café é tema de diversas pesquisas sobre a sua dicotomia em relação à saúde: bom ou o mau? A verdade é que tudo depende da moderação com a qual se toma. Uma pesquisa feita pela Universidade de Medicina de Harvard (que levou em conta 193.000 pessoas), concluiu que quem bebia café regularmente tinha um risco menor de desenvolver Diabete de Tipo II.

Outra pesquisa, publicada pela American Journal of Clinical Nutrition, mostrou que café previne doenças cardíacas. Entre outros benefícios que o café pode gerar estão ação anti-bacteriana, combate a asma, prevenção de Alzheimer, descongestionante e agente que auxilia no combate contra a depressão.

A cafeína ainda ajuda em atividades desportivas, pois pode reduzir as dores musculares em até 48% e ajuda a queimar gordura, pois eleva a taxa metabólica em até 11%.Se você não gosta de tomar café, saiba que apenas o cheiro do café já ajuda a diminuir o estresse.

No fim o café é tido como qualquer outra droga: se bebido com moderação, ajuda em diversas doenças e síndromes, porém, se ingerido em excesso, pode causar alguns males e até mesmo vício. Então pode tomar o seu café da manhã despreocupado, só não pode exagerar!

*Thiago Antunes é sócio proprietário e Gustavo Capucho é barista do Fervo Coffee Shop

Quer ser colaborador(a) do PorAqui ou sugerir pautas? Escreve para gente: poraqui@jc.com.br.

LEIA TAMBÉM

Fervo: café, pub, tattoo, tabacaria e lojinha num só lugar

PorAqui estreia colaboração sobre o universo do café

Programa de fidelidade também é aposta de padaria