Tomas não é mais dono de uma borracharia.

Os fregueses andavam um tanto quanto sumidos. A borracharia permanecia aberta, não fechara um só dia mais cedo, mesmo estando repleta de nada.

Tomas andava reflexivo, não sabia como reagir.

Pensava que o mês junino poderia trazer mais frescor às ruas. Ele queria acreditar que a Copa do Mundo mudaria os ares.

O amor em tempos de graxa

A verdade é que Tomas estava angustiado e já não conseguia acordar tão cedo quanto antes.

Tomas estava sem dinheiro.

Tomas estava sem sonhos.

Mas Tomas tinha uma certeza, o ar continuava entrando no pulmão, alimentando o cérebro e o fazendo-o pensar.

Então Tomas resolveu mudar.

Amor em tempos de graxa (e lantejoulas)

Ouviu falar que a procura de alimentos orgânicos tinha aumentado muito no bairro, porém a oferta ainda era bem pequena. Lembrou que seu primo Júnior trabalhava no ramo de hortaliças e frutas orgânicas e poderia ajudá-lo.

Tomas estudou o negócio. Constatou que de fato os moradores da redondeza estavam reclamando bastante da pouca opção de alimentos orgânicos e também do alto preço. Estabeleceu contato com fornecedores e estruturou seu sistema de custos e precificação. O mais importante é que ele se sentiu revigorado com a possibilidade de fazer sua parte na construção de uma humanidade mais longeva e sustentável.

Tomas fechou a borracharia, um negócio atrelado a cadeia do automóvel e produção de combustível fóssil e abriu uma loja de hortifruti orgânicos no mesmo lugar. Um negócio vinculado à agricultura familiar e hábitos de vida saudável.

A maré mudou.

Agora a vida de Tomas está repleta de movimento e riqueza, não a financeira, mas a que realmente importa, aquela que nos faz despertar naturalmente antes do despertador.

 

Diego Garcez é sobretudo poeta, mas encontrou na crônica uma forma de diálogo mais palatável para o mundo das pernas aceleradas. É formado em relações internacionais, empreendedor e entusiasta do Porto Digital, corredor nas horas vagas e pai em tempo absolutamente integral. Facebook: Diego Garcez | Instagram: @garcezdiego

 

Os conteúdos publicados no PorAqui são de autoria de colaboradores eventuais e fixos e não refletem as ideias ou opiniões do PorAqui. Somos uma rede que visa mostrar a pluralidade de bairros, histórias e pessoas.