Nesta quarta (31), a olindense Criart Cia. de Dança, idealizada pela coreógrafa pernambucana Paula Azevedo, comemora 17 anos de nascimento com apresentação dupla no Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, às 20h. Ao todo, 30 bailarinos subirão ao palco. Para marcar a data, o cia encenará um dos espetáculos que mais marcaram sua trajetória, o Orum Aiê, que resgata nossa herança africana.

Agosto: PorAqui lança roteiro de descontos em Setúbal em homenagem aos pais

Guia semanal de eventos de Setúbal

foto: Sidney Vieira/divulgação

Com muitos elementos da dança africana, caboclinho, ciranda, capoeira, entre outros, sem rotular os passos por estilos, a combinação de ritmos é uma das principais características da companhia. A obra, com 45 min de duração, tem figurino assinado por Ricardo Angeiras e direção musical de Fabrício Melo.

Antes de Orum Aiê, na abertura da noite, será apresentada a montagem de Paula Azevedo que homenageia um dos grandes nomes da música e percussão brasileira, Naná Vasconcelos, falecido em março. No Entre batuque e acordes, reverências a Naná, quem dança é o elenco do Segmento Criart, composto por alunos das turmas de dança popular infantil, juvenil e adulto da escola da Criart.

foto: André Ferreira/divulgação

Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda na Criart e na bilheteria do teatro. Ingressos promocionais também custam R$ 15, antecipadamente na sede da companhia, na R. Coronel João Manguinhos, 290, Bairro Novo, Olinda. Mais informações: (81) 3011.0487.

Serviço

17 anos da Criart Cia. de Dança

Orum Aiê e Entre batuque e acordes, reverências a Naná

Quarta, 31 de agosto, 20h

Teatro Luiz Mendonça – Parque Dona Lindu

R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), na Criart e na bilheteria do teatro

Ingressos promocionais antecipados: R$ 15, na Criart (R. Coronel João Manguinhos, 290, Bairro Novo, Olinda)