Com colaboração de Daniel Uchôa

Atualizado às 12h00

Um acidente envolvendo dois veículos assustou moradores nesta segunda-feira (25) pela manhã logo cedo, por volta das 7h30, no cruzamento das ruas Luiz Inácio Pessoa de Melo e Sá e Souza. Um dos veículos capotou. 

Aperte play no vídeo que abre esta matéria para ver o momento exato da colisão, flagrado por uma câmera de segurança.

Esse foi o segundo acidente no cruzamento em menos de 24h. No domingo (23), um condutor com sinais de embriaguez perdeu o controle e bateu em outros carros estacionados, por volta das 15h. "A pancada foi tão forte que o carro ficou com as rodas travadas", conta Daniel Uchôa, que mora na Sá e Souza.

É nesse ponto que a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) prometeu para este mês de agosto a implantação de uma faixa de pedestres, após muita insistência dos moradores, levando em consideração que o fluxo cresceu muito na área nos últimos anos. 

A ideia é que a sinalização ajude a conscientizar os motoristas sobre a prudência. Mas o população está estudando outras alternativas para evitar mais acidente no local. 

Relembre: CTTU vai requalificar todas as faixas de pedestres na Rua Sá e Souza

"Sem semáforo, os carros colidiram. Foi uma pancada muito forte, acordou todo mundo. Um dos carros ficou de cabeça para baixo, as pessoas tiveram que sair do veículo engatinhando", detalha Daniel, que registrou o momento após a batida. "É urgente um semáforo no local", frisa. 

Confira o vídeo feito logo após a colisão:

Ainda de acordo com Daniel, Bombeiros, Samu e CTTU chegaram para prestar assistência. A CTTU chamou a atenção por ter estacionado em cima da calçada para prestar o atendimento.

Encaminhamentos – A assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros informou que encaminhou o motorista do veículo que capotou ao Hospital Português. Ele queixava-se de dores do tórax. A esposa, que estava com ele no carro, não precisou de atendimento. 

A informação não bate com a do Samu, que, também através da assessoria de imprensa, disse que foi o órgão que encaminhou duas das três vítimas ao Hospital Português. Mas não soube informar mais detalhes. 

A CTTU, por sua vez, confirmou que as vítimas foram encaminhadas pelo Samu. Em relação ao carro da CTTU estacionado na calçada, o órgão explicou que o Art. 29, inc. VII do Código de Trânsito Brasileiro permite que, em situação de emergência, haja a livre parada. Confira o que diz a lei na íntegra:

Art. 29, inc. VII do Código de Trânsito Brasileiro – Lei 9503/97:

Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação obedecerá às seguintes normas:
VII – os veículos destinados a socorro de incêndio e salvamento, os de polícia, os de fiscalização e operação de trânsito e as ambulâncias, além de prioridade de trânsito, gozam de livre circulação, estacionamento e parada, quando em serviço de urgência e devidamente identificados por dispositivos regulamentares de alarme sonoro e iluminação vermelha intermitente, observadas as seguintes disposições:
a) quando os dispositivos estiverem acionados, indicando a proximidade dos veículos, todos os condutores deverão deixar livre a passagem pela faixa da esquerda, indo para a direita da via e parando, se necessário;
b) os pedestres, ao ouvir o alarme sonoro, deverão aguardar no passeio, só atravessando a via quando o veículo já tiver passado pelo local;
c) o uso de dispositivos de alarme sonoro e de iluminação vermelha intermitente só poderá ocorrer quando da efetiva prestação de serviço de urgência;
d) a prioridade de passagem na via e no cruzamento deverá se dar com velocidade reduzida e com os devidos cuidados de segurança, obedecidas as demais normas deste Código;

Quer sugerir pautas ou ser colaborador(a) em Setúbal? Escreve para a gente: poraqui@jc.com.br.

LEIA TAMBÉM

Você sabe quando chamar o Samu ou o Corpo de Bombeiros?

A saga por uma faixa de pedestres

Secretário João Braga compromete-se a traçar plano de mobilidade para Setúbal