Muita gente tem reclamando e denunciado o mau cheiro e a proliferação de mosquitos nos arredores do Canal do Jordão (o canal de trás de Setúbal). No final de setembro, o PorAqui publicou matéria mostrando o problema urbano e ambiental, ouvindo um especialista a respeito do assunto. Relembre aqui.

Após vistoria, a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) informou que está realizando o levantamento orçamentário do serviço para poder definir a programação. 

A última limpeza foi realizada em abril deste ano, quando foram removidas mais de 14 toneladas de resíduos, a um investimento de R$ 230 mil. Mas, em alguns pontos, a água tem dificuldade de correr de tanto mato e sujeira acumulados. 

Uma vez que a cidade está suja e tem muita ligação de águas pluviais (chuvas) desembocando nas redes de esgoto, o problema torna-se sistêmico. "Drenagem, esgotamento sanitário e limpeza urbana concorrem para o problema", sintetiza o especialista.

Quer sugerir pautas em Setúbal? Escreve para gente: poraqui@jc.com.br.