O Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu, será palco da apresentação de estreia do novo espetáculo do grupo MPB Unicap, intitulado Mística Popular Brasileira. O show, nesta terça (27), às 20h, levará ao teatro clássicos da MPB que fazem referência à religiosidade plural do Brasil. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados antecipadamente na Assessoria de Cultura da Universidade Católica de Pernambuco, ou no dia do show, na bilheteria do teatro, das 14h às 19h.

As canções escolhidas para o espetáculo Mística Popular Brasileira fazem referência a elementos das mais variadas religiões presentes no País. O espetáculo-aula tem também a proposta de mostrar que o divino, independente de qual seja a religião ou a crença, passeia pela cultura popular.

O MPB Unicap foi fundado há 33 anos pelo então professor do curso de Direito da universidade, Armando Costa Carvalho. Seus integrantes são alunos, ex-alunos e funcionários da casa, e a banda se apresenta sempre com espetáculos temáticos, com o intuito de relembrar, através da música, momentos marcantes do Brasil.

(foto: Paulo Maia/divulgação)

Hoje o grupo conta com 14 integrantes: Alexandre D’Lamare (saxofone), Carlos Lima (bateria), Emmanuelle Barros (voz), Gabriel Gouveia (voz), Jefferson Lopes (percussão), Jéssica Aragão (voz), João Paulo Bastos (contrabaixo), Laís Xavier (voz), Maiara Lima (voz), Matheus Cavalcanti (guitarra), Natércia Dantas (voz), Newton Cabral (voz), Percy Marques (violões, arranjos e direção) e Surama Reis (voz). Para o espetáculo atual, a banda conta com o tecladista Alex Cumaru como músico convidado.

Serviço
Espetáculo Mística Popular Brasileira
Terça-feira (27) | 20h
Teatro Luiz Mendonça, no Parque Dona Lindu
Gratuito (ingressos antecipados na Assessoria de Cultura da Unicap e, no dia do evento, na bilheteria do teatro, das 14h às 19h)
Mais informações: (81) 2119 4016

Com informações do Portal de Cultura de Pernambuco

Sugestões de pauta e colaborações em Setúbal? poraqui@jc.com.br ou (81) 3413.6543

LEIA TAMBÉM

Parcão Lindu: agora depende da Prefeitura do Recife