O estacionamento externo do Parque Dona Lindu foi alvo de assalto. Uma mulher teve seus pertences levados debaixo de uma árvore. O caso aconteceu às 18h30, há uma semana, e foi testemunhado por moradores da R. Setúbal. Há alguns dias, um morador do bairro voltava do parque com a família, pela passarela de ferro recém-inaugurada, quando foi surpreendido por dois assaltantes, que estavam escondidos nas árvores. Por sorte, deu tempo de correr. Confira registro do dia (foto: colaboração):

O reforço no policiamento do bairro e a melhoria da iluminação no Lindu e também na Av. Visconde de Jequitinhonha não estão inibindo a investida dos ladrões. Isso porque a questão da segurança pública vai além de colocar mais viaturas nas ruas e luzes na cidade. A violência voltou com força a ser um problema estrutural no Estado, de recursos e também de vontade política, para investir em ações de prevenção, que passam obrigatoriamente, entre outros caminhos, pela educação, ocupação dos jovens e distribuição de renda.

Foi dada a largada para a propaganda eleitoral. Você sabe o que um(a) vereador(a) pode fazer pelo bairro?

Eleições: segurança nos bairros na pauta municipal

"Escutamos quase todos os dias relatos de assaltos ou tentativas de assaltos nas imediações do parque, que continua mal iluminado. Na verdade, as ocorrências não são só à noite, mas, na surdina, é bem mais fácil criar pânico nas vitimas", comenta uma moradores do bairro. "A Rua Setúbal até chegar ao parque também é super escura", observa outra pessoa consultada pelo PorAqui.

"Por exemplo, na Jequitinhonha, colocaram LED na parte central, mas, na via local, passei há duas semanas e estava escuro, bem próximo ao parque. Por isso digo que as melhorias são pontuais. Há locais em que, se você passar à noite, você não sabe distinguir se é uma pessoa ou uma vegetação",  relata outro morador à reportagem.

"De dia, um rapaz de bicicleta rodava entre o Dona Lindu e a Rua João Cardoso Aires, na espreita de alguém desatento. Não havia necessidade de iluminação. Do mesmo modo, na parada do restaurante Villa Setúbal, se for de manhã cedo, há risco de assaltos e fuga pelo Dona Lindu. Os policiais ficam na orla parados de bicicleta, na altura do sinal de pedestres", reclama uma outra setubalense.

Estudante de direito é apontado como um dos responsáveis por assalto à Villa Setúbal

Polícia Militar – O subcomandante do 19º Batalhão da Polícia Militar, o major Paulo Matos, lembra do recente reforço no policiamento da área, com novas viaturas, que até circularam por Setúbal. E destaca que, de domingo a domingo, há dois homens a pé (os "bonés laranjas") e dois de bike ou diciclos (veículos motorizados com duas rodas). Os turnos são das 8h às 15h e das 15h às 22h. Às 22h, o parque encerra as atividades apagando as luzes.

Ao domingos, dia de maior movimento na área, há ainda reforços do Derby para o Lindu, afirma o major. Matos defende o fechamento do equipamento com grades como medida de segurança, como é o Parque 13 de Maio e a Jaqueira, o que permitiria, na opinião dele, um controle do acesso. O subcomandante aproveita para lembrar aos organizadores de eventos no Lindu que é recomendável comunicar a programação com antecedência à polícia para que haja reforço.

Policiamento será reforçado no Lindu para encontro de Pokémon Go

Uma outra moradora do bairro dá um depoimento importante: "A bronca é que, das 7h até às 8h, está tendo a troca de turno. Como mudaram o local do batalhão (agora fica próximo ao RioMar), as viaturas da área estão demorando a chegar. Antes, entre 7h e 7h30 já tinha viatura na área. Esta semana mesmo, teve um homicídio em outro local e a viatura que deveria ter chegado às 7h30 veio chegar quase 9h. Setúbal ficou descoberto".

Dia 5 tem a 1ª reunião de administradores e integrantes do grupo Policiamento de Setúbal

Segurança municipal –  O PorAqui entrou em contato com a Secretaria de Segurança Urbana da cidade para saber como funciona o policiamento municipal no Lindu, sobretudo à noite, e para saber da abrangência e localização das câmeras de segurança no parque. No bairro, circula a informação de que essas câmeras estariam desativadas. A reportagem solicitou que a prefeitura então mostrasse que os equipamentos estão ativos.

No entanto, a pasta, através da assessoria de imprensa, restringiu-se a informar que "as câmeras estão funcionando. Elas são dotadas de zoom de 400 metros, visão noturna e 360 graus de giro. As áreas dos estacionamentos são contempladas".

Emlurb – O PorAqui também fez contato com a Emlurb para saber se há previsão de mais reforço na iluminação no Lindu e arredores. A empresa informou que "vai verificar se há algum ponto de iluminação apagado na via, mas esclarece que já realizou um trabalho de revisão na área". Em junho, executou a manutenção do mecanismo das três torres mais altas do parque, compostas por 18 refletores no total. Na ação, houve a substituição de lâmpadas e reatores.

A Jequitinhonha, por sua vez, informou a Emlurb, passou por modernização e processo de melhoria da eficiência, com a implantação de 254 pontos em LED. Atualmente, o órgão também está realizando a recuperação estrutural e de manutenção do sistema elétrico das 161 torres de iluminação instaladas ao longo dos 7 km da orla. O investimento é de R$ 895 mil e a expectativa é de que seja finalizado em novembro.