O trabalho em esquema de escala no Complexo de Suape e o recente esfriamento dos negócios no Litoral Sul abriram uma brecha para que o engenheiro mecânico Thiago Antunes, de 29 anos, resolvesse investir na paixão pelo café. Em novembro do ano passado, ele e o sócio Carlos Borges, administrador, inauguraram o Fervo Coffee Shop, na Rua Sá e Souza, nº 878, em frente ao supermercado RM Express.

O espaço – diferentemente do que o nome possa sugerir – é, na verdade, um misto de tudo o que é tendência no Recife: a bebidas quente mais querida do País, tabacaria, pub, estúdio de tatuagem, lojinha com artigos de decoração, vestuário, skate e cervejas (incluindo rótulos artesanais).

“A ideia surgiu, na verdade, ainda em abril: abrir uma loja virtual, que venderia vestuário, artigos de tabacaria e coisas legais. Depois veio o plano de apostar num espaço físico que juntasse tudo num só lugar”, conta o empreendedor. O investimento foi de R$ 70 mil.

Na área externa, cadeiras, mesas e pallets para quem preferir aproveitar os serviços ao ar livre. No cardápio, montado depois de pesquisas na Colômbia, nada menos que 21 diferentes receitas de café. A especialidade da case é o Café Fervo, “cappuccino atolado de chocolate”, segundo a definição da própria casa, que já está preparando uma reformulação do cardápio.

O Fervo Coffee Shop também diversifica a programação. Aos domingos, por exemplo, serve feijoada – o buffet custa R$ 20 por pessoa e inclui também acompanhamentos. Periodicamente abre as portas para exposição de artes plásticas, sedia brechós, discotecagens de vinil e exibição de futebol e UFC.

O cardápio de cafés é assinado pela barista e professora Lidiane Santos e executado pelo barista residente, Gustavo Capucho. O local também serve uma série de drinks. O que tem maior saída é o Diablo Azul preparado por Capucho, uma mistura de gim, raspas de limão e o curaçao blue da Le Trop de Morin.

Quem comanda a cozinha é o chef Paulo Felipe. Um dos pratos de maior sucesso do cardápio Fervo é a Tulipa de Frango: coxinhas da asa temperadas basicamente com especiarias e bem crocantes, acompanhadas por um dos 12 molhos disponíveis na casa. Os mini-hambúrgueres de filé também têm muita saída. Para sobremesa, a pedida é Acapulco, mini-churros de doce de leite e calda de chocolate. No atendimento e na loja, estão Ricardo Antunes (irmão de Thiago) e Rafaela Asfora.

Valdélio Carvalho, fundador do extinto bar Boratcho, que ficava na Galeria Joana D’arc, no Pina, também na Zona Sul, é quem comanda o estúdio de tattoo. Tem mais de 20 anos experiência.

Antunes diz estar no aguardo dos seis primeiros meses de negócio para fazer um balanço e analisar o sucesso do empreendimento. Mas adianta que “pelos primeiros meses, já deu para sentir que tem fôlego para uma expansão”.

Foi já com esse plano em mente que ele alugou, além do imóvel onde funciona o Fervo (uma antiga fábrica de salgados), o imóvel ao lado, para onde está mudando-se provisoriamente, para morar no local na intenção de segurar o ponto e aproveitar para economizar com os gastos pessoais mensais.

Serviço

Fervo Coffee Shop

Rua Sá e Souza, nº 878

Funcionamento: 3ª a 5ª, das 14h às 21h / sex e sáb, das 14h às 00h / dom, das 13h às 19h