Atualizado em 25.7.16, às 11h30

A lentidão para resolver o problema de um equipamento de ar condicionado revela o descaso do poder municipal com um equipamento cultural do porte da Galeria Janete Costa, no Parque Dona Lindu. O sistema de refrigeração está sem funcionar desde outubro de 2015. Funcionários e visitantes aguardam a solução há oito meses. Além do calor, não há rigor técnico para sediar determinadas mostras. 

Leia também: 

Sem manutenção, Parque Dona Lindu pede socorro

Dona Lindu: Galeria Janete Costa continua sem ar-condicionado

"É um espaço que qualquer cidade cuidaria muito bem e que serve muito bem a população. Não faz sentido essa situação", critica Aslan Cabral, da Casa Navio, responsável pela curadoria da exposição Inferno Ostentação, do Coletivo Vacilante, em cartaz na Janete Costa

Aslan revela que o título da exposição serviu tanto para o trabalho dos artistas, que fala de caos urbano, quanto para referir-se ao calor vivenciado pela ausência do equipamento de ar-condicionado. "Escolhi criar um projeto de curadoria que não desse muito passeio pela galeria e principalmente evitasse o fluxo do primeiro andar, já que, lá em cima, o calor é infernal. Tive também medo de que as telas pudessem empenar", detalha.

Leia também: Arte radicalmente coletivista na mostra do Vacilante

Por causa da falta de refrigeração, a galeria perdeu de abrigar neste ano a mostra do 5º Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas, um dos mais tradicionais do País. Isso porque, além do calor, não há rigor técnico para sediar uma mostra desse tipo, uma vez que a matéria orgânica, o papel, a madeira se ressentem com a oscilação de umidade.

As obras da exposição 21 Anos Sem Zé de Barros, que aconteceu no início deste ano, precisaram quase que diariamente ser recoladas. O calor danificou as fitas que sustentavam o acervo. Confira imagens da época (fotos: Alexandre Gondim/JC Imagem):

Resposta – Segundo a Gerência Geral de Manutenção de Equipamentos e Infraestrutura, "ao se tentar solucionar o problema, causado por um ato de vandalismo, no ano passado, no duto do equipamento, foi verificada que a solução exigirá mais tempo, pois demanda a troca completa do material".

"Devido a isso, está sendo finalizado o processo para o aluguel de um equipamento de ar-condicionado para o espaço, que deve ser instalado em breve", justificava também a nota enviada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Cultura da cidade, que não especificou prazo.

A gerência é responsável por cuidar da manutenção e preservação dos equipamentos da Secretaria de Cultura e da Fundação de Cultura. Detalhe: foi criada para otimizar a manutenção e o acompanhamento técnico dos equipamentos da cidade.

No início deste ano, o órgão havia informado que o sistema de ar-condicionado da galeria e do Teatro Luiz Mendonça passariam por reparos em março e abril. O do teatro está funcionando normalmente. Na resposta desta semana, a pasta aproveitou para lembrar que está realizando um diagnóstico de climatização de todos os equipamentos culturais do município, para troca ou manutenção dos aparelhos. 

Em 2016, foram realizadas ações de manutenção em equipamentos como Memorial Chico Science, Memorial Luiz Gonzaga, Núcleo de Cultura Afro-Brasileira, Teatro Luiz Mendonça, Teatro de Santa Isabel, além da troca completa do equipamento do Teatro Barreto Junior, no Pina. 

Inferno Ostentação A mostra do Coletivo Vacilante segue até o dia 31 de julho (domingo). Quase 3 mil pessoas já visitaram a Janete Costa para apreciar o trabalho do grupo desde a abertura, em 16 de junho. A mostra também contou com atividades abertas ao público nos primeiros fins de semana.

O Vacilante é um grupo de experimentação coletiva de pintura, formado pela união de Alexandre Pons, Rafael Ziegelmaier, Heitor Pontes e Luciano Mattos. Tinta óleo, tinta acrílica, spray automotivo, abstração e figurativismos coexistem nas telas e nos murais. 

Grade de horário: de quarta a sexta-feira, das 12h às 20h; sábados e domingos, das 14h às 20h.

Quer divulgar seu evento, sugerir pautas ou ser colaborador(a) de Setúbal? Escreve para gente: poraqui@jc.com.br.

LEIA TAMBÉM

Prefeitura do Recife recupera iluminação do Dona Lindu

População pede mais iluminação e segurança no Dona Lindu