No dia em que quatro amigas se juntaram para fazer uma festa de Dia das Crianças na Comunidade Rio Azul, do lado ocidental de Setúbal, as crianças passaram a ter a possibilidade de uma nova perspectiva de infância. O que era uma festa se tornou um projeto, com nome, sede e uma função muito mais ampla do que uma simples comemoração.

Cícera, cabeleireira, 30 anos e quatro filhos. Camila, comerciante, 26 anos. Rosa, comerciante, 30 anos e uma filha. Ramona, auxiliar administrativa, 26 anos e dois filhos. As quatro formam o grupo Mulheres Pró-ativas, que, há pouco mais de dois meses, ganhou uma sede na R. Baronesa dos Palmares, nº 217.

No início, era apenas uma iniciativa de fazer festas comemorativas para crianças do bairro em datas como Carnaval, Dia das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças. Mas, aos poucos, as quatro foram vendo que aquelas crianças, que vinham também de comunidades vizinhas, precisavam de mais. 

Um dia a filha de Cícera chegou em casa contando que, na creche, ocorrera uma contação de histórias. Então o grupo pensou como seria bom levar essa iniciativa para outras crianças. A contação de histórias começou a acontecer a cada cinco ou seis meses, na rua mesmo, com lanches no final. Hoje, na sede organizada com materiais doados e trabalho voluntário, a contação ocorre toda semana, nas segundas e terças. 

Biblioteca – Mas o trabalho dessas mulheres não para por aí. A sede também foi pensada para ser um espaço para uma biblioteca popular, onde a leitura estimulada pelas histórias pudesse se materializar. Para isso, elas vêm contando com a doação de livros que, aos poucos, vão sendo organizados no espaço da casa.

E tem mais: a ideia é que se torne também um espaço para reforço escolar, onde as crianças possam ter ajuda em relação ao conteúdo após a escola. O espaço já possui quadro e algumas cadeiras, além de alguns materiais escolares, mas ainda faltam algumas coisas. O que não falta é força de vontade nessas quatro mulheres para fazer mais pelas crianças do bairro.

Também existe um espaço organizado para aulas de culinária para crianças e para uma pequena horta vertical, onde elas possam aprender a plantar e colher aquilo que levam à mesa. 

Além disso, já existe uma sala para atendimento ambulatorial, que deve ser feito uma vez por semana, em parceria com profissionais voluntários. A previsão é que possam atender pelo menos entre 30 e 40 crianças da comunidade de modo permanente. 

As festas comemorativas, abertas, continuam ocorrendo e são esperadas cerca de 500 crianças, de todas as comunidades vizinhas. Tudo feito exclusivamente com doações, voluntários e a força de vontade que parece não caber nas quatro Mulheres Pró-ativas.

Doações – Para manutenção do projeto, existe um bazar, que agora será permanente, na sede, todas as sextas, com objetos doados. O grupo também conta com ajuda de comerciantes e moradores. 

Atualmente a sede precisa de um ar-condicionado para a sala de ambulatório, ventiladores, material escolar, material elétrico para reorganizar a fiação da casa, copos e pratos plásticos e material para organizar a horta, principalmente sementes. 

Precisa ainda de profissionais que possam exercer atividade voluntária no local, como professores de arte e música, de reforço, de culinária, médicos e dentistas. 

Dia das Crianças – A festa já está sendo organizada. Como o tema deste ano será Disney, as mulheres estão em busca de fantasias infantis e para elas quatro, que estarão no dia vestidas como princesas. Estão em busca ainda de doações de copos e colheres descartáveis, bolas para decoração, refrigerante, pipoca, paçoca, pirulito, geladinho, chocolates, cama elástica, piscina de bolinhas, escorrego inflável e 500 presentes para serem entregues aos pequenos.

Como colaborar – Quem quiser colaborar com o projeto e/ou com a festa pode deixar a doação no Malabar Pastel, na sede do projeto ou entrar em contato com membros do Coletivo Setúbal e com as organizadoras através do WhatsApp (81) 9.8457.5085 (Cícera). Quer conhecer mais do projeto? Clique aqui.

Sugestões de pauta ou colaborações? poraqui@jc.com.br