Neste fim de semana (30 e 31 de janeiro), tem mais uma edição do movimentado Setúbal Gastrô, na Av. Visconde de Jequitinhonha, em frente ao Recife Flat Service, das 12h às 21h. E o melhor: é na rua e é de graça. Esta edição será especial de Carnaval.

Na programação, frevo, chorinho, jazz, soul music, brinquedos e muitas comidas. Por causa do sucesso, a organização resolveu fazer mais um dia de evento, que antes acontecia apenas um domingo por mês. Agora vai dar para curtir também o sábado.

“Estamos nos preparando para ser uma espécie de praça de alimentação do bairro, já que também vai estar rolando o bloco Bulindo no Caldinho e o Bloco da Gia”, comenta Daniel Uchôa, um dos organizadores. Eles disseram que vão sentir a receptividade do público para saber se o evento permanecerá sendo realizado durante dois dias.

Vários trucks e bikes estão confirmados: Mô Vei, Burguer Genuíno; Malabar, Pastéis Mirabolantes; Goodogz, Hot Dog Gourmet; Goodbikez, soda italiana; Q Tortinha, Torta, Pavês e Bolos; DaLu, Sweets & Cakes Gourmet; King’s Coxinhas, Foodbike; Grão de Queijo; Kombina; Honey Gourmet, Doces Finos; Ana Glacê, The Bakery of Your Dreams; Caldinho da Manu; Street Fish Temakeria; e Bro Lo Lô.

Para as crianças gastarem energia, haverá um espaço com brinquedos, a exemplo de cama elástica. Desta vez será cobrada entrada para a meninada brincas, para custear o aluguel dos equipamentos.

O evento, de autogestão, é custeado pelos food trucks realizadores, que têm lugar cativo: Mô Vei, Malabar, Q Tortinha, Goodogz e King’s Coxinhas. Os demais são convidados, sempre através de um rodízio.

Os trailers fixos montarão um bar coletivo para vender bebidas. O lucro será usado primeiramente para custear o evento e, sobrando alguma coisa, o dinheiro será repartido entre os idealizadores. “Mas não dá muita coisa”, adianta Daniel.

Os custos do Setúbal Gastrô envolvem cachê das bandas, funcionários do bar, segurança, decoração, plano de limpeza (que precisa ser entregue antecipadamente à Prefeitura do Recife para que a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana – Emlurb – libere o evento).

Os resíduos coletados, explica Daniel, são coletados e levados para a uma ecoestação. Cada truck precisa pagar uma taxa de uso do solo à Diretoria de Controle Urbano do Recife (Dircon), de cerca de R$ 300.

Confira a programação completa

Sábado, 30/1

14h: Bloco Seu Tuba na Folia

Com orquestra e bonecos gigantes de Olinda

19h: Lab 75

Soul music

Domingo, 31/1

14h: Trio Cochabamba

Chorinho

16h30: Street Jazz

Jazz

19h: Lab 75

Soul music