Após episódios de tumulto no Parque Dona Lindu, na Zona Sul do Recife, – o último aconteceu no domingo 17, quando cerca de cem jovens foram detidos para averiguação e depois liberados –, a Polícia Militar de Pernambuco e a Guarda Municipal do Recife aumentaram seus efetivos na área no último fim de semana. Porém, visitantes e comerciantes queixam-se da falta de segurança e de iluminação na parte de trás e na área externa do equipamento, além da falta de acessos mais amplos ao espaço pela beira-canal, a Avenida Visconde de Jequitinhonha.

Os relatos de assaltos são constantes, tanto na rampa e no paredão de trás do parque quanto nas paradas de ônibus próximas. Quem se locomove de ônibus está com medo de descer e esperar o coletivo nas paradas da região. Quem costumava andar de skate nos fundos do parque deixou a prática de lado. “São frequentes assaltos e roubos por aqui, inclusive de motos e de bicicleta”, denuncia o comerciante no Lindu Carlos Alberto.

O aumento da insegurança vem afetando os principais equipamentos de lazer do Recife. No Parque da Jaqueira, na Zona Norte, há vários registros de assaltos, mesmo com a presença de um posto da PM na praça em frente ao espaço. Também na Zona Norte, o Parque da Macaxeira igualmente enfrenta uma onda de assaltos. O local, que deveria ser o maior complexo de lazer da cidade, está tomado pelo abandono.

No último sábado (23), o PorAqui esteve no Dona Lindu, por volta das 20h, e constatou que vários postes da área interna do equipamento estavam apagados. Apesar do reforço do policiamento e da boa iluminação na parte da frente, voltada para o mar, frequentadores disseram que a presença de policiais militares na área é rara, o que aumenta a sensação de insegurança.

“Na semana passada mesmo, assaltaram uma mulher na rampa”, relata o comerciante Carlos André Santos. Os ambulantes não cadastrados na prefeitura e que teoricamente não poderiam ocupar a área interna do Lindu também estão com medo de ficar nas imediações, nas áreas indicadas pela Diretoria de Controle Urbano (Dircon).

Por meio de nota enviada ontem, a Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb) informou que, “a partir desta segunda-feira iniciará um levantamento na iluminação pública do Parque Dona Lindu e do entorno, com o intuito de obter um diagnóstico da área para dar início à manutenção necessária”.

Segundo a PM, o efetivo está sendo reforçado nos fins de semana, com mais viaturas, homens motorizados e a pé, além das câmeras de segurança e da atenção da polícia especializadas, a depender da demanda. O comandante da Guarda Municipal, Marcílio Domingos, diz que o efetivo também cresceu aos sábados e domingos, com mais quatro viaturas, além da inteligência da corporação que monitora o encontro de grupos rivais pelas redes sociais e por câmeras. “Vamos estar atentos e nos antecipando aos fatos”, garante.

LEIA TAMBÉM

Jovens causam tumulto no Parque Dona Lindu

Sem manutenção, Parque Dona Lindu pede socorro

Dona Lindu: Galeria Janete Costa continua sem ar-condicionado